Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

ARCANJOS

arcanjos_top.jpg

Os anjos foram dotados por Deus de inteligência perfeitíssima e, no entanto, pecaram, revoltando-se contra seu Criador. Mistério do mal...  São Miguel,  por sua fidelidade, recebeu em prêmio a missão.

Divididos em nove coros subordinados um ao outro, os anjos que se conservaram fiéis formam um exército invencível. Seu número é incalculável. Só há três anjos cujos nomes próprios as Escrituras Sagradas nos dão a conhecer.

São Miguel é o grande capitão do exército celeste. Seu nome Mi-cha-el significa, quem é igual a Deus? Quando Lúcifer, cego peloANJO_2.jpgorgulho, quis igualar-se ao Altíssimo, Miguel exclamou com voz trovejante: "Quem é igual a Deus?" E acompanhado pelos anjos fiéis, precipitou do alto dos céus a tropa rebelde dos apóstatas. Assim se tornou o generalíssimo do incontável exército dos santos anjos. Vê-se, nos profetas, que era o protetor do povo de Israel; agora o é da Igreja.

São Gabriel, cujo nome significa Força de Deus, anuncia ao profeta Daniel a época da grande obra de Deus, a época do Filho de Deus feito homem, Cristo condenado à morte, a remissão dos pecados, o Evangelho pregado a todas as nações, a ruína de Jerusalém e de seu templo, a condenação final do povo judeu. É o mesmo anjo Gabriel que prediz ao sacerdote Zacarias, no templo, no santuário, junto ao altar dos perfumes, o nascimento de um homem que será chamado João, ou cheio de graça, e que não mais anunciará a vinda do Salvador, mas que o apontará: "Eis o Cordeiro de Deus! Eis quem tira os pecados do mundo!" É o mesmo arcanjo, sempre enviado para anunciar grandes coisas, que irá à humilde casa de Nazaré anunciar à Virgem Maria a maior de todas as coisas; comunicar que, sem deixar de ser virgem, ela daria à luz ao Filho do Altíssimo, que seria chamado Jesus ou Salvador, porque seria o Salvador do mundo. É esse glorioso arcanjo que nos ensina a dizer tal como ele: "Ave-Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres!"

São Rafael, cujo nome significa Médico ou cura de Deus, dá-se a conhecer a Tobias: "Quando oráveis, vós e Sara vossa nora, ou apresentava o memorial de vossas orações diante do santo; e quando sepultáveis os mortos, estava presente junto de vós. Quando não vos recusáveis a levantar-vos da mesa e deixar vosso jantar para amortalhardes um morto, o bem que praticáveis não permanecia oculto; pois eu estava convosco. E por que éreis agradáveis a Deus, foi necessário que fosseis provados. Agora, porém, Deus enviou-me para curar-vos, a vós e a Sara, esposa de vosso Filho. Sou Rafael, um dos sete anjos que apresentam as orações dos santos, e que podem defrontar a majestade do Santíssimo!

Anjos (1)

Todos os domingos, um incontável número de fiéis no orbe católico canta ou recita durante a celebração da sagrada Eucaristia o símbolo da nossa fé. As verdades de nossa santa religião são proclamadas, uma após outra, numa inspirada e sublime síntese, até completar a totalidade da única doutrina da fé: "Assim como a semente da mostarda contém num pequeníssimo grão um grande número de ramos - ensina-nos São Cirilo de Jerusalém -, da mesma forma este resumo da fé encerra em algumas palavras todo o conhecimento da verdadeira piedade contida no Antigo e no Novo Testamento".

sábado, 25 de outubro de 2014

AS PEQUENAS RAPOSAS QUE DESTROEM A VINHA

Na luta pela santidade, é preciso tomar cuidado com os pecados veniais, que entravam a união da alma com Deus e dispõem a alma para os pecados mais graves.

O apóstolo João escreve que “ omnis iniustitia peccatum est, et est peccatum non ad mortem – toda injustiça é pecado, mas existe pecado que não conduz à morte” [1]. Trata-se da conveniente distinção dos pecados quanto à sua gravidade. Não é verdade, como insinuam alguns intérpretes desautorizados das Escrituras, que todos os pecados são iguais. Algumas faltas extinguem imediatamente a chama da caridade, fazendo perder a bem-aventurança eterna; outras, no entanto, embora desordenadas, “conservam a ordenação para o último fim” [2]: assim, um pecado de adultério – está claro – é muito mais grave que uma palavra suja.

É preciso, no entanto, refrear o perigo de ter em pouca conta os pecados veniais, já que eles não só atrasam o nosso progresso na vida de santidade, como são sumas ofensas contra Deus.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

VATICANO PARA ALUGAR

Vaticano para alugar:

Papa aluga a Capela Sistina para o Porsche empresa por parte das empresas

Papa Francisco autorizou a empresa a Porsche organizar a sua festa corporativa na famosa Capela Sistina do Vaticano, relata 'The Telegraph'. Durante o evento, haverá um show beneficente, que benefícios seriam destinados para os desabrigados.

A festa, que teve lugar em meio ao esplendor dos afrescos de Michelangelo, também contará com um seleto grupo de 40 turistas VIP.

O Vaticano não anunciou quanto você vai ganhar, dando Porsche da Capela Sistina, apesar de ter sido conhecido que a visita de cinco dias de Roma, organizada pela Porsche Travel Club e publicado em seu site, tem um custo de 5.000 euros por cabeça , permitindo que a montadora para levantar € 200.000.

Enquanto isso, o concerto será realizado por um coro da Accademia di Santa Cecilia em Roma, cujas origens remontam ao século XVI. "É um evento único e uma oportunidade única em-um-vida", disse um porta-voz da Porsche Travel Club. "Vai ser o ponto alto da viagem", acrescentou.

Pouco depois de ser eleito Papa, em março do ano passado, Francis Eu pedi um "pobre para pobre Igreja". Em seguida, disse estar disposto a dedicar os incomparáveis ​​tesouros do património cultural do Vaticano para o benefício dos necessitados. O que não ficou claro como seria. Agora, finalmente, ele foi conhecido.

"Esta iniciativa destina-se a grandes empresas, mediante o pagamento de uma taxa, podem contribuir para as pretensões de caridade do Papa", disse o monsenhor Paolo Nicolini entretanto, diretor dos Museus do Vaticano.

Esta é a primeira vez que a Capela Sistina do Vaticano, construída entre 1473 e 1484 sob o papado de Sisto IV, serão alugados a uma empresa para um evento comercial. O Vaticano não esclareceu se você tem planos de curto prazo para estabelecer acordos semelhantes com outras multinacionais.

No entanto, esta ocupação comercial acordo, fontes do Vaticano têm expressado nos últimos meses sua procupación o grande número de visitantes registrado na Capela Sistina, que, como advertiu, representava um risco grave para o seu património artístico incalculável. Talvez a alternativa Papa Bergoglio é substituir os turistas para executivos de alto nível.

A capela foi equipado com novos sistemas de iluminação e de ar condicionado, que são projetados para reduzir os danos para os afrescos mais delicadas.

Fonte: http://www.alertadigital.com/2014/10/17/vaticano-for-rent-el-papa-alquila-la-capilla-sixtina-a-porsche-para-su-fiesta-corporativa/

DIREÇÃO ESPIRITUAL: COMO DESCOBRIR A MINHA VOCAÇÃO?

É comum que as pessoas procurem direção espiritual para se orientar quanto ao estado de vida que vão seguir ou quanto à profissão que vão exercer. Para descobrir isso, no entanto, é necessário dar um passo atrás. Assim como uma casa não pode ser bem construída se não tem um bom alicerce, não é possível que sigamos em frente sem que esteja assegurada a consciência de nossa vocação à santidade, que recebemos pelo sacramento do Batismo.

Como bom discípulo de Aristóteles, Santo Tomás de Aquino sabia que as coisas se definem por sua causa final, por aquilo para que servem. Por isso, ele inicia a primeira seção da segunda parte (chamada de prima secundae) de sua Suma Teológica indagando justamente qual o fim último do homem. Ao final, o Aquinate conclui, com Santo Agostinho, que este fim é a bem-aventurança [1] e que ela não consiste nem nas riquezas, nem nas honras, na fama, no poder, no prazer ou em algum dos bens criados, senão em Deus mesmo:

terça-feira, 21 de outubro de 2014

A APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA E A GRANDE PROMESSA - Quarta Parte >< e última Parte

ÚLTIMA PARTE

IV-Ajude-nos a difundir a Mensagem Completa de Fátima

         Apesar de todos estes milagres e sinais, da aprovação oficial da Igreja Católica e do reconhecimento dado a Nossa Senhora por centenas de milhões de peregrinos que vão a Fátima, ainda existe muita oposição contra Nossa Senhora de Fátima e a Sua mensagem profética – que vai contra o ponto de vista e os interesses (particulares e muito materiais) de certas pessoas.
         Esta oposição a Nossa Senhora de Fátima apresenta-se não só na forma de hostilidade aberta – tal como o foi em 1917, quando as três crianças foram sequestradas e ameaçadas de morte por repetirem a mensagem de Nossa Senhora, ou quando a primeira Capela construída em Sua honra foi destruída por uma bomba em 1922 – mas também, como hoje, em formas, mais subtis.
         O demônio bem sabe que quando toda a Mensagem de Fátima for amplamente proclamada e corretamente entendida, apreciada e obedecida, o seu império de maldade no mundo será destruído. Por isso, o demônio e os seus agentes humanos, e até pessoas bem intencionadas (mas com outras terrivelmente mal orientadas ao seu serviço) – lançaram uma ofensiva contra a Mensagem de Fátima, para a obscurecer e provocar a confusão suficiente para os Fiéis não obedecerem a Nossa Senhora e não reagirem a tempo.
         Mas Ela confia que todos nós façamos a nossa parte. Pelo menos, todos podemos rezar o Terço, todos podemos falar de Fátima a um amigo, ou passar uma cópia deste folheto a um vizinho. E todos nós temos alguma necessidade ou intenção para recomendar à intercessão poderosa de Nossa Senhora.
         Reze a Nossa Senhora de Fátima e Ela o ajudará. E também lhe dará a recompensa de todos os seus esforços para fazer conhecer e amar a mensagem Maternal de amor e de advertência que Ela veio revelar a Fátima.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA E A GRANDE PROMESSA - Terceira Parte

CONTINUAÇÃO…

III. O espírito da Devoção de Reparação:

A Revelação do dia 29 de Maio de 1930
         A Irmã Lúcia estava em Tuy nessa época. O seu confessor, o Padre Gonçalves, tinha-lhe feito uma série de perguntas por escrito. Lembramos aqui só a quarta: "Porque hão de ser cinco sábados – perguntou ele – e não nove, ou sete em honra das Dores de Nossa Senhora?" Nessa mesma noite, a vidente implorou a Nosso Senhor que a inspirasse com uma resposta a essas perguntas. Poucos dias depois, ela enviou o seguinte ao seu confessor.
         "Ficando na capela, com Nosso Senhor, parte da noite do dia 29 para 30 deste mês de Maio de 1930 (sabemos que era seu costume ter uma hora santa das onze à meia-noite, especialmente às quintas-feiras, segundo os pedidos do Sagrado Coração de Jesus em Paray-le-Monial), e falando a Nosso Senhor das duas perguntas, quarta e quinta, senti-me, de repente, possuída mais intimamente da Sua Divina Presença. E, se não me engano, foi-me revelado o seguinte:

domingo, 19 de outubro de 2014

A APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA E A GRANDE PROMESSA - Segunda Parte

CONTINUAÇÃO…

II. A grande promessa e as suas condições

         O mais assombroso de Ponte vedra é, certamente, a incomparável promessa de Nossa Senhora: "A todos aqueles que durante cinco meses, no primeiro Sábado...", cumprirem todas as condições pedidas, "Eu prometo assistir-lhes à hora da morte, com todas as graças necessárias para a salvação". Com generosidade ilimitada, a Santíssima Virgem promete aqui a maior, a mais sublime de todas as graças: a da perseverança final. Ora esta graça, ninguém a pode garantir para si próprio – nem com uma vida inteira de santidade, empregada em oração e sacrifício –, porque se trata de um dom puramente gratuito da Misericórdia Divina. E a promessa é sem nenhuma exclusão, limitação ou restrição: "A todos aqueles que... Eu lhes prometo...”.


1. O Primeiro Sábado de cinco meses seguidos

"Todos aqueles que durante cinco meses, no primeiro Sábado..." Este primeiro requisito do Céu não contém nada de arbitrário, nem nada totalmente novo. Ajusta-se à tradição imemorial da piedade católica que, havendo dedicado as sextas-feiras para recordar a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e honrar o Seu Sacratíssimo Coração, acha perfeitamente natural dedicar os Sábados à Sua Mãe Santíssima. É esta tradição venerável que motivou a escolha do sábado.

sábado, 18 de outubro de 2014

A APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA E A GRANDE PROMESSA - Primeira Parte

A Promessa dos Cinco Primeiros Sábados do Mês.

... Disse Nossa Senhora de Fátima, no dia 13 de Junho de 1917."A quem abraçar esta devoção, Eu prometo a salvação."
       Que promessa tão admirável e assombrosa aquela que foi feita no dia 13 de Junho de 1917! Mas apesar desta promessa, ficamos ainda tentados a duvidar. Por uma graça especial, a Beata Jacinta sentia o coração consumido por um amor ardente ao Imaculado Coração de Maria. E nós? Ficamos frios, ou o nosso fervor dura muito pouco. Poderíamos alguma vez saber se a nossa devoção é assim tão grande para que Nossa Senhora quisesse manter a Sua promessa para conosco?

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

SANTA BERNADETTE E A GRANDEZA DA CRUZ

Nossa Senhora de La Salette

Nossa Senhora de La Salette

Além de Lourdes, houve na França, no mesmo século XIX, uma outra grande aparição.
Essa aparição foi ocasião de uma mensagem que, em última análise, é mais rica de conteúdo do que as aparições de Lourdes.
Foi a mensagem de La Salette com seu famoso segredo para o Beato Papa Pio IX.

LEIA MAIS SOBRE A MENSAGEM DE LA SALETTE


Melânia foi a camponesa a quem Nossa Senhora apareceu junto com o camponesinho Maximino.
Por que é que ela não é tão grande quanto Bernadette? Ela recebeu uma visão maior, talvez, do que Bernadette.
É porque o que faz a grandeza da pessoa não é a grandeza da visão, mas a grandeza da Cruz.
Então, nós vemos uma pessoa que não é nada, que reconhece que não é nada, que toma esse nada que é e faz desse nada uma hóstia para oferecer a Nosso Senhor.
É Santa Bernadette.
Ela viveu ensinando o seguinte:

“Meu Deus, enquanto todos perdem a alma para ser alguma coisa, enquanto aqueles que vós sobrecarregastes de dons, dilapidam esses dons de um modo miserável, eu a quem Vós fizestes nada, eu vos agradeço esse nada.
“Peço-vos que aceiteis a minha conformidade com esse nada para glória vossa.
“Eu sei que eu sou o rebotalho do mundo, eu sei que eu sou o asco da terra, eu sei que ninguém quer saber de mim, mas eu sei que Vós, três vezes Santo, perfeito, eterno, imutável, onisciente, misericordioso, eu sei que para Vós, ó meu Deus, dentro de meu nada eu sou muito.

Santa Bernadette e Nossa Senhora. Basílica de LourdesSanta Bernadette e Nossa Senhora. Basílica de Lourdes

“Eu sou tanto, que por mim Vós vos teríeis encarnado, e Vós teríeis sofrido o tormento da Cruz. Vós, sim Vós me amais.
“E se Vós amais esse nada, aceitai esse nada. Ele vale pelo amor que Vós lhe tendes. Aceitai esse nada e aceitai-o por aqueles a quem Vós destes tanto.
“Eles que receberam de Vós dons que eu não recebi, os utilizem segundo os vossos desígnios. Eu vos ofereço, meu Deus, eu vos agradeço os dons que eu não recebi”.


Essa atitude de alma leva até o sublime o desinteresse. É o amor de Deus sem preocupação por si, é exatamente o puro amor de Deus.
A tal ponto que Santa Bernadette, no que diz respeito mesmo às aparições, que deveriam ser para ela um título de glória ela conservava um discreto silêncio.
Como quem diz:


“Eu sei que eu fui escolhida por ser um nada. Se houvesse alguém mais estúpido na terra, teria sido ele escolhido.
“Mas eu vos agradeço a estupidez que me valeu, que não foi a contrapartida da aparição, mas que foi a ocasião da aparição. Eu vos adoro, eu vos dou graças”.


É um desinteresse completo, é o holocausto completo, é o himeneu completo. Aí nós temos um ato de culto perfeito.
Santa Bernadette, tornai-nos humildes, sérios e amantes da Cruz como vós!

Fonte: Lourdes e suas Aparições

AS FINALIDADES DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO

"Ide e mutiplicai-vos", diz o Senhor. A sagrada instituição da família foi fundada diretamente por Deus como a primeira das instituições. Estabelecidos foram, pelo próprio Criador, seu "estatuto" no qual encontramos sua razão de ser, ou melhor, sua finalidade.

Esta finalidade promulgada pelo próprio Senhor, está intimamente concernida na união matrimonial. Esta "micro" sociedade no Antigo Testamento sempre foi considerada pelo povo eleito como uma verdadeira aliança, símbolo da A Sagrada Família - Jesus, Maria e José..jpgAliança de Deus com o povo. Com o advento de Nosso Senhor Jesus Cristo, ela passou a gozar do privilégio inestimável de ser um verdadeiro sacramento.

Considerando-a enquanto aliança ou enquanto sacramento, sua finalidade permanece intacta, pois tanto na raiz de sua instituição, quanto na sua elevação a sacramento, o seu fim não foi alterado por Aquele que a criou. Não depende, portanto, da vontade daqueles que contraem o vínculo.[1]

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

SANTÍSSIMO NOME DE MARIA

SANTISSIMO NOME DE MARIA
"Este nome tem mais virtude do que todos os nomes dos Santos para confortar os débeis, curar os enfermos, iluminar os cegos, abrandar os corações endurecidos, fortificar os que combatem, dar ânimo aos cansados e derrubar o poderio dos demônios"

O nome de Maria é como um bálsamo que corre agradavelmente sobre os membros dos enfermos e os penetra com eficácia. Ele é semelhante a este óleo que, por suas unções, reanima e suaviza, dá força, flexibilidade e saúde. Mais do que o nome de todos os Santos. O de Maria nos repousa de nossas fadigas, cura todos os nossos males, ilumina nossa cegueira, comove nosso endurecimento e nos encoraja em nossos desânimos. Maria é a vida e a respiração de seus servidores, a saúde dos enfermos, o remédio dos pecadores. Ricardo de São Vítor, interpretando estas palavras do Eclesiastes (VII, 2): "É melhor o bom nome do que os bálsamos preciosos", as aplica assim à Bem-aventurada Virgem: "O nome de Maria cura os males do pecador com maior eficácia do que a dos unguentos mais procurados; não há doença, por desastrosa que seja, que não ceda imediatamente à voz desse bendito nome".

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

A MENSAGEM DE FÁTIMA–congregação para a doutrina da Fé

 

O texto abaixo foi extraído do site do Vaticano (tradução para língua portuguesa) e contém a íntegra do documento divulgado pela Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé, no qual é revelado e comentado o terceiro segredo de Fátima.

Na passagem do segundo para o terceiro milénio, o Papa João Paulo II decidiu tornar público o texto da terceira parte do « segredo de Fátima ».

Depois dos acontecimentos dramáticos e cruéis do século XX, um dos mais tormentosos da história do homem, com o ponto culminante no cruento atentado ao « doce Cristo na terra », abre-se assim o véu sobre uma realidade que faz história e a interpreta na sua profundidade segundo uma dimensão espiritual, a que é refratária a mentalidade atual, frequentemente eivada de racionalismo.

A história está constelada de aparições e sinais sobrenaturais, que influenciam o desenrolar dos acontecimentos humanos e acompanham o caminho do mundo, surpreendendo crentes e descrentes. Estas manifestações, que não podem contradizer o conteúdo da fé, devem convergir para o objeto central do anúncio de Cristo: o amor do Pai que suscita nos homens a conversão e dá a graça para se abandonarem a Ele com devoção filial. Tal é a mensagem de Fátima, com o seu veemente apelo à conversão e à penitência, que leva realmente ao coração do Evangelho.

Fátima é, sem dúvida, a mais profética das aparições modernas. A primeira e a segunda parte do « segredo », que são publicadas em seguida para ficar completa a documentação, dizem respeito antes de mais à pavorosa visão do inferno, à devoção ao Imaculado Coração de Maria, à segunda guerra mundial, e depois ao prenúncio dos danos imensos que a Rússia, com a sua defecção da fé cristã e adesão ao totalitarismo comunista, haveria de causar à humanidade.
Em 1917, ninguém poderia ter imaginado tudo isto: os três pastorzinhos de Fátima veem, ouvem, memorizam, e Lúcia, a testemunha sobrevivente, quando recebe a ordem do Bispo de Leiria e a autorização de Nossa Senhora, põe por escrito.
Para a exposição das primeiras duas partes do « segredo », aliás já publicadas e conhecidas, foi escolhido o texto escrito pela Irmã Lúcia na terceira memória, de 31 de Agosto de 1941; na quarta memória, de 8 de Dezembro de 1941, ela acrescentará qualquer observação.

NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

História das Aparições

A 13 de Maio de 1917, três crianças apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria, freguesia de Fátima, concelho deVila Nova de Ourém, hoje diocese de Leiria-Fátima. Chamavam-se Lúcia de Jesus, de 10 anos, e Francisco e Jacinta Marto, seus primos, de 9 e 7 anos.

Por volta do meio dia, depois de rezarem o terço, como habitualmente faziam, entretinham-se a construir uma pequena casa de pedras soltas, no local onde hoje se encontra a Basílica. De repente, viram uma luz brilhante; julgando ser um relâmpago, decidiram ir-se embora, mas, logo abaixo, outro clarão iluminou o espaço, e viram em cima de uma pequena azinheira (onde agora se encontra a Capelinha das Aparições), uma “Senhora mais brilhante que o sol”, de cujas mãos pendia um terço branco.

Nossa Senhora de FátimaA Senhora disse aos três pastorinhos que era necessário rezar muito e convidou-os a voltarem à Cova da Iria durante mais cinco meses consecutivos, no dia 13 e àquela hora. As crianças assim fizeram, e nos dias 13 de Junho, Julho, Setembro e Outubro, a Senhora voltou a aparecer-lhes e a falar-lhes, na Cova da Iria. A 19 de Agosto, a aparição deu-se no sítio dos Valinhos, a uns 500 metros do lugar de Aljustrel, porque, no dia 13, as crianças tinham sido levadas pelo Administrador do Concelho, para Vila Nova de Ourém.

Tres PastorinhosNa última aparição, a 13 de Outubro, estando presentes cerca de 70.000 pessoas, a Senhora disse-lhes que era a “Senhora do Rosário” e que fizessem ali uma capela em Sua honra. Depois da aparição, todos os presentes observaram o milagre prometido às três crianças em Julho e Setembro: o sol, assemelhando-se a um disco de prata, podia fitar-se sem dificuldade e girava sobre si mesmo como uma roda de fogo, parecendo precipitar-se na terra.

Posteriormente, sendo Lúcia religiosa de Santa Doroteia, Nossa Senhora apareceu-lhe novamente em Espanha (10 de Dezembro de 1925 e 15 de Fevereiro de 1926, no Convento de Pontevedra, e na noite de 13/14 de Junho de 1929, no Convento de Tuy), pedindo a devoção dos cinco primeiros sábados (rezar o terço, meditar nos mistérios do Rosário, confessar-se e receber a Sagrada Comunhão, em reparação dos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria) e a Consagração da Rússia ao mesmo Imaculado Coração. Este pedido já Nossa Senhora o anunciara em 13 de Julho de 1917.

Anos mais tarde, a Ir. Lúcia conta ainda que, entre Abril e Outubro de 1916, tinha aparecido um Anjo aos três videntes, por três vezes, duas na Loca do Cabeço e outra junto ao poço do quintal da casa de Lúcia, convidando-os à oração e penitência.

Desde 1917, não mais cessaram de ir à Cova da Iria milhares e milhares de peregrinos de todo o mundo, primeiro nos dias 13 de cada mês, depois nos meses de férias de Verão e Inverno, e agora cada vez mais nos fins de semana e no dia-a-dia, num montante anual de cinco milhões.

Fonte: Lumem Livraria Católica

domingo, 12 de outubro de 2014

NOSSA SENHORA DE LOURDES, A IMACULADA CONCEIÇÃO

lourdes_top.jpg

Redação (Segunda-feira, 10-02-2014, Gaudium Press) - Ao contemplar a história das aparições de Nossa Senhora de Lourdes, na gruta de Massabielle, nossos olhos se voltam para a menina a quem Ela falou. Transcrevemos hoje, véspera das comemorações de Nossa Senhora de Lourdes, traços da vida da Santa que viu a Imaculada Conceição:

Lourdes! Onde encontraremos os termos que alcancem exprimir tudo quanto esse nome significa para a piedade católica no mundo inteiro? Quem poderá traduzir em palavras o ambiente de paz que envolve a gruta sagrada na qual, há mais de 150 anos, a Santíssima Virgem apareceu à humilde Bernadette e inaugurou, de modo definitivo, um novo vínculo com a humanidade sedenta de refrigério e paz? Por desígnio da Divina Providência, a esse lugar associou-se uma ação intensa da graça, especialmente capaz de transmitir aos milhares de peregrinos, vindos de longe, a certeza interior de serem suas preces benignamente ouvidas, seus dramas apaziguados, e suas esperanças fortalecidas.

12 de Outubro - NOSSA SENHORA APARECIDA

No longínquo ano de 1717 uma pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição foi encontrada no Rio Paraíba. Primeiro apareceu o corpo e em seguida a cabeça da imagem.

Os três pescadores, Domingos Alves Garcia, seu filho João Alves e Felipe Pedroso, cunhado de Domingos e tio de João, encontraram a imagem da Virgem. Primeiramente, na rede de João Alves apareceu o corpo da imagem, e depois, mais abaixo, a sua cabeça!
Virgem Aparecida_.jpgFelipe Pedroso, por ser o mais velho, levou para casa a imagem diante da qual ele e a família começaram a rezar. Aos poucos o povo começou a afluir em grande quantidade à pequena casa do pescador, a fim de pedir graças e milagres à Virgem que “apareceu” nas águas do rio. Assim começou a devoção à Padroeira do Brasil.

Nos dias de hoje, quando entramos na sala dos milagres da majestosa Basílica de Aparecida e vemos todas as manifestações de gratidão dos peregrinos e devotos, nos vêm à mente todos os favores que a Mãe da família brasileira concedeu a seus filhos ao longo de quase três séculos…. Nos momentos de aflições e dificuldades, nas horas tristes e sofridas, Maria sempre ouviu as preces do povo brasileiro.

Temos a firme convicção de que hoje, mas até do que no passado, a intercessão e o amparo de nossa Padroeira são urgentes e necessários. Peçamos, pois, a Nossa Senhora da Conceição Aparecida que abençõe e proteja a família brasileira para que nela habitem a fé, a esperança e a caridade, e para que ela possa se mirar de exemplo da Sagrada Família de Nazaré.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

EUCARISTIA: Enorme prova do amor de Cristo

Nosso Senhor Jesus Cristo que curava, exorcizava ou ressuscitava quando via, diante de si, corações receptivos ao divino dom da Fé. Com toda glória que manifestou no Thabor, com toda a sublimidade da sua agonia no Gólgota, Ele vem hoje até nós e se faz realmente presente, oculto sob as espécies eucarísticas.

Pungente situação
Reportemo-nos às estepes de Jerusalém há mais de dois mil anos. Coloquemo-nos no lugar de um desses privilegiados homens que tiveram a oportunidade de ouvir algo acerca de Nosso Senhor Jesus Cristo: Mestre prodigioso em milagres, Jesus cura o paralitico na piscina de Siloe_Copia de Bartolome Esteban Murillo - Hospital de La Caridad - Sevilha.jpgandava pelas estradas da Galiléia e da Judéia, curando leprosos, ressuscitando mortos, ensinando uma doutrina impregnada de paz e de amor ao próximo. Se um de nós fosse à sua procura, entrasse na cidade de Jerusalém, precisamente naquela histórica Quinta-Feira Santa à noitinha... Procurasse um albergue e fosse dormir na esperança de, no dia seguinte, encontrar pessoalmente esse Jesus, falar com Ele, fitar o seu olhar e, mais que tudo, ser olhado por Ele!

Inesperadamente, fosse acordado de madrugada com tumultos, correrias, agitações e, saindo à rua, visse esse Divino Homem ensanguentado, carregando uma imensa cruz, injuriado pelos soldados, pelos algozes, pelo populacho... Assistisse à sua Crucifixão, à sua Morte e, desolado, voltasse para a hospedagem pensando n'Ele, lembrando-se d'Ele, e horrorizado com tudo o que acabava de presenciar... Tempo depois, quando já estivesse longe da Cidade Santa, ouvisse correr um rumor reconfortante: "Olhe, aquele Jesus de Nazaré ressuscitou! E, quarenta dias depois, subiu prodigiosamente aos Céus!". Qual poderia ser a nossa atitude diante de uma situação dessas?

Sartre estava errado: O INFERNO NÃO SÃO OS OUTROS

 

O cristão tem um ensinamento muito importante a oferecer: a “descoberta” do próximo

Uma das grandes carências humanas de que podemos padecer é a incapacidade de discernir o significado e a transcendência da presença dos outros em nossas vidas e como podemos nos tornar “próximos” uns dos outros.
Este é um fenômeno global, permeado por uma profunda e crescente indolência frente aos dramas humanos que acontecem ao nosso redor. Em parte, é fruto de atitudes individualistas ou excludentes que não promovem nem ensinam a reconhecer que o outro é um “bem”, um tesouro precioso, que nos dá vida e humaniza.
Talvez seja difícil entender que disso depende nossa própria realização como sujeitos. No rosto do outro, especialmente do pobre e da vítima, é onde se mede o nível da nossa própria humanidade.

O QUE SIGNIFICA O “TAU”?

O que significa o TAU???

Há certos sinais que revelam uma escolha de vida. O TAU, um dos mais famosos símbolos franciscanos, hoje está presente no peito das pessoas num cordão, num broche, enfeitando paredes numa escultura expressiva de madeira, num pôster ou pintura. Que escolha de vida revela o TAU? Ele é um símbolo antigo, misterioso e vital que recorda tempo e eternidade. A grande busca do humano querendo tocar sempre o divino e este vindo expressar-se na condição humana.
Horizontalidade e verticalidade. As duas linhas: Céu e Terra! Temos o símbolo do TAU riscado nas cavernas do humano primitivo. Nos objetos do Faraó Achenaton no antigo Egito e na arte da civilização Maia. Francisco de Assis o atualizou e imortalizou. Não criou o TAU, mas o herdou como um símbolo seu de busca do Divino e Salvação Universal.


TAU, SINAL BÍBLICO
Existe somente um texto bíblico que menciona explicitamente o TAU, última letra do alfabeto hebraico, Ezequiel 9, 1-7: "Passa pela cidade, por Jerusalém, e marca com um TAU a fronte dos homens que gemem e choram por todas as práticas abomináveis que se cometem". O TAU é a mais antiga grafia em forma de cruz. Na Bíblia é usado como ato de assinalar. Marcar com um sinal é muito familiar na Bíblia. Assinalar significa lacrar, fechar dentro de um segredo, uma ação. É confirmar um testemunho e comprometer aquele que possui o segredo. O TAU é selo de Deus; significa estar sob o domínio do Senhor, é a garantia de ser reconhecido por Ele e ter a sua proteção. É segurança e redenção, voltar-se para o Divino, sopro criador animando nossa vida como aspiração e inspiração.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

DESCUBRA AQUI TUDO O QUE PRECISA SABER SOBRE A FÉ

Santo Tomás de Aquino

1 — O primeiro bem necessário para o cristão é a fé. Sem a fé ninguém pode ser chamado de fiel cristão.

2 — O primeiro bem é a união da alma com Deus. Pela fé realiza-se uma espécie de matrimônio entre a alma e Deus, conforme se lê no Profeta Oséias: “Desposar-te-ei na fé”. (Os 2, 20).

Quando o homem é batizado, deve, em primeiro lugar, confessar a fé ao responder à pergunta — crês em Deus? — porque o batismo é o primeiro sacramento da fé. O Senhor mesmo disse: “O que crer e for batizado será salvo” (Mc 16, 16).

AS QUINZE PROMESSAS DO ROSÁRIO

1. A quem me sirva, rezando diariamente meu Rosário, receberá qualquer graça que me peça.

2.Prometo minha especialíssima proteção e grandes benefícios a os que devotamente rezarem meu Rosário.

3. O Rosário será um fortíssimo escudo de defensa contra o inferno, destruirá os vícios, livrará dos pecados e exterminará as heresias.

4.O Rosário fará germinar as virtude este também fará que seus devotos obtenham tudo da misericórdia divina; substituirá no Coração dos homens o amor do mundo pelo amor por Deus e os elevará a desejar as coisas celestiais e eternas. Quantas almas por este meio se santificarão!

5. A alma que se encomende pelo Rosário não perecerá.

6. Aquele que com devoção rezar meu Rosário, considerando os mistérios, não se verá oprimido pela desgraça, nem morrerá morte desgraçada; se converterá, se é pecador; perseverará nas graças, se é justo, e em todo caso será admitido na vida eterna.

7. Os verdadeiros devotos de meu Rosário não morrerão sem auxílios da Igreja.

8. Quero que todos os devotos de meu Rosário tenha em vida e em morte a luz e a plenitude da graça, e sejam participantes dos méritos dos bem-aventurados.

9. Livrarei de pronto do purgatório as almas devotas do Rosário.

10. Os Filhos verdadeiros de meu Rosário desfrutarão no Céu uma Glória singular.

11. Todo o que se pedir por meio do Rosário se alcançará prontamente.

12. Socorrerei em todas as suas necessidades aos que propaguem meu Rosário.

13. Todos os que rezarem o Rosário terão por irmãos na vida e na morte a os bem-aventurados do Céu.

14. Os que rezam meu Rosário são todos filhos meus muito amados e irmãos de meu Unigênito Jesus.

15. A devoção ao Santo Rosário é um sinal de predestinação a Glória.

As Bênçãos do Rosário

1. Os pecadores obtêm o perdão.

2. As almas sedentas são saciadas.

3. Os que estão atados veem seus nós desatados.

4. Os que choram encontram alegria.

5. Os que são tentados encontram tranquilidade.

6. Os pobres são socorridos.

7. Os religiosos são reformados.

8. Os ignorantes são instruídos.

9. Os vivos triunfam sobre a vaidade.

10. Os mortos alcançam a misericórdia por via de sufrágios.

Fonte: Prof. Felipe Aquino

terça-feira, 7 de outubro de 2014

“ QUE A bÍBLIA SEJA LIDA EM FAMÍLIA”

“Que a Bíblia seja lida em Família!”, pede o Papa durante o Ângelus no domingo de abertura do Sínodo

Opening_Synod_Mass_-_Pope_Cardinals_Bishops_Vatican_5._10._2014.1

VATICANO, 05 Out. 14 / 01:59 pm (ACI/EWTN Noticias).- Ao concluir a Missacom a qual inaugurou o Sínodo da Família no Vaticano, o Papa Francisco pediu aos fiéis que a Bíblia não só seja mantida em cada lar, mas que seja lida diariamente.

Enquanto na Praça de São Pedro os Irmãos Paulinos distribuíam gratuitamente milhares de Bíblias para celebrar o centenário de seu fundador, o Beato Giacomo Alberione, o Pontífice destacou que “para que a família possa caminhar bem, com confiança e esperança, é necessário que seja nutrida pela Palavra de Deus. Por isso é uma feliz coincidência que precisamente hoje nossos irmãos Paulinos tenham querido realizar uma grande distribuição da Bíblia, aqui na Praça e em tantos outros lugares”.

“Então hoje, enquanto se abre o Sínodo para a Família, com a ajuda dos Paulinos podemos dizer: uma Bíblia em cada família! Uma Bíblia em cada família!”

“A Bíblia –seguiu o Pontífice- não é para ser colocada em um suporte, mas para estar à mão, para lê-la frequentemente, cada dia, seja individualmente ou juntos, marido e mulher, pais e filhos, talvez de noite, especialmente no domingo”.

O Papa Francisco inaugurou este domingo a Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos sobre o tema “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”.

Ao concluir o Ângelus, o Santo Padre convidou “a todos a apoiar os trabalhos do Sínodo com a oração, invocando a Mãe, a materna intercessão da Virgem Maria”.

 

ORAÇÃO PARA PEDIR ALMAS QUE AMEM A CRUZ

Esta Oração pode salvar muitas e muitas almas…

Senhor Jesus, Varão das dores, em vossa Alma e em vosso Corpo sofrestes tudo quanto é dado a um homem sofrer.

Contemplo Vosso cadáver descido do patíbulo, Vossa humanidade como que aniquilada, e Vosso Sangue infinitamente precioso vertido até a última gota ao longo da Paixão.

Por todos os séculos dos séculos, representareis a dor no horizonte interior de nossas almas. A dor, com tudo quanto ela tem de nobre, de forte, de grave, de doce e de sublime.

A dor elevada do simples âmbito das considerações filosóficas para o firmamento infinito da Fé. A dor compreendida em sua significação teológica, como expiação necessária, e como meio indispensável de santificação.

Pelo mérito infinito de Vosso preciosíssimo Sangue, daí à nossa inteligência a clareza necessária para compreender o papel da dor, e à nossa vontade a força para amá-la com todas as veras de nossas almas.

É só pela compreensão do papel da dor e do mistério da Cruz que a humanidade pode salvar-se da crise tremenda em que está afundando, e das penas eternas que aguardam os que até o último momento permanecerem fechados ao vosso convite para trilhar convosco a via dolorosa.

Maria Santíssima, Mãe das Dores, por Vossas preces obtende que Deus multiplique sobre a Terra as almas que amam a Cruz.

É a graça de valor incalculável, que Vos pedimos, no crepúsculo desta nossa pobre e estropiada civilização.

Fonte: caritaschrist.blogspot

Fonte: Associação apostolado do Sagrado Coração de Jesus

CONHECE TODA A GRANDEZA DE MARIA SANTÍSSIMA?

Maria, Rainha do Céu

Ego ex ore Altissimi prodivi, primogenita ante omnem creaturam — “Eu saí da boca do Altíssimo, a primogênita antes de toda a criatura” (Eclo. 24, 5)

É com razão que a Igreja põe na boca da Santíssima Virgem este elogio da divina Sabedoria: Eu saí da boca do Altíssimo como a primogênita.

Porquanto, semelhante a Jesus Cristo, ela é verdadeiramente a Filha primogênita de Deus, na ordem da natureza, da graça e da glória.

Primogênita na ordem da natureza, não quanto ao tempo, mas, como afirma São Bernardo, quanto à intenção; porque o eterno Artífice, projetando a formação do universo, dirigiu tudo, depois da sua própria glória e depois da de Jesus Cristo, para a glória de Maria.

Por isso se diz de Maria que ela não somente escolheu as coisas mais excelentes, mas dentre as coisas mais excelentes a ótima parte; porque o Senhor a dotou, em grau supremo, de todos os dons gerais e particulares conferidos às demais criaturas: Optimam partem elegit (1).

Maria é também a primogênita de Deus na ordem da graça; porque, sendo destinada a ser Mãe de Deus, foi, desde o primeiro instante de sua imaculada Conceição, tão enriquecida de graças, que levava vantagem a todos os anjos e santos juntos.

DEUS CONTINUA ESPERANDO VOCÊ

 

Descubra por que Deus aguarda tanto tempo, impotente, diante da sua liberdade

Às vezes nos esquecemos e acusamos Deus de todas as nossas desgraças, dos desejos frustrados, dos planos que não se tornaram realidade. Das nossas fraquezas e limitações. Jogamos na cara dele a nossa falta de sorte. O destino cruel. A doença e a morte, a perda e o esquecimento.
E, ao mesmo tempo, quando experimentamos nosso pecado, quando nos fechamos ao seu amor, à sua companhia, achamos que Ele já não vai querer mais caminhar ao nosso lado. Não conseguimos acreditar totalmente em sua misericórdia.
Pensamos como os homens, mas não como Deus. Vemos um Deus justo que nos castigará por não ter feito o que era correto, por termos nos confundido, por termos fugido. Pensamos que não somos dignos do seu amor e acreditamos que Deus se esqueceu para sempre de nós. Então, nos acusamos e condenamos.
Mas Deus simplesmente continua esperando, abraçando nossa vida, sustentando nossas decisões. O "sim" e o "não" são parte do caminho, assim como o erro e o acerto. Deus se mostra vulnerável. Aguarda, ama.
Li há alguns dias: "Deus quer e decide mostrar-se vulnerável, terno e sensível diante do nosso sofrimento, nossa rebelião e, em especial, do nosso amor ou desamor".
É um amor que espera e não se cansa de esperar. Espera o momento da decisão importante da nossa vida, no qual duvidamos.
O que Deus realmente nos pede? O que quer de nós? Por que aguarda tanto tempo, impotente, diante da nossa liberdade? Por que não nos diz com mais clareza o que Ele quer, como e quando o quer?
Surgem dúvidas. O céu aberto. O mar diante dos nossos olhos. Caminhos novos e antigos. Pegadas e solidão. Duvidamos. Gostaríamos de não duvidar jamais, não ter de nos preocupar diante de um futuro incerto. Decidir quase por instinto. Ou que alguém decida por nós.
Mas este não é o caminho. O caminho é aquele descrito por uma pessoa em sua oração:
"Senhor, tu és capaz de transformar um 'não' em um 'sim', uma ausência em um caminho de amor e de felicidade. Tu sabes tudo, tu conheces a minha vontade de seguir os teus passos até a morte, até o céu. Ensina-me a servir, Senhor, a doar-me com simplicidade, coerência, nobreza, humildade.
Ensina-me a compreender todos também, a não pensar mal, a não criticar, a não julgar nem achar que sou melhor, a acolher todos. O que queres de mim é que eu me preocupe com as pessoas, com todas elas. O importante está escondido sempre, em silêncio, nos alicerces da alma. O importante és tu, Senhor.
Quero ver-te cada dia com os braços abertos, e colocar todas as pessoas nesse abraço. Amolece, com teu amor, o meu coração, minha vida."

Fonte: Aleteia

AMOR x MÉRITO

Por que será que na vida cotidiana agimos como se tivéssemos de merecer o amor?

“Se amássemos o suficiente, saberíamos que todo amor é, a curto ou longo prazo, invencível. E que, em todo caso, quem ama de verdade não se pergunta jamais o que conseguirá como resultado do amor. O verdadeiro amante ama porque ama, e não porque espera algo em troca. Estaríamos perdidos se Deus tivesse amado somente os que fariam seu amor frutificar!” (Martín Descalzo).
No entanto, por que será que, na vida cotidiana, agimos como se tivéssemos de merecer o amor, ou seja, como se apenas fôssemos dignos dele por meio dos nossos méritos?
Não me refiro somente ao amor entre um casal, mas ao amor em todas as suas formas e gestos, do pequeno e cotidiano aos atos mais loucos que podemos imaginar fazer por amor; porque não é insólito relacionar o amor com a loucura, já que este, o verdadeiro, nos convida a sair de nós mesmos para poder abrir-nos aos outros.
Isso parece impensável em nossos dias, não é mesmo? Afinal de contas, nossa sociedade é regida pelo “não se intrometa”, “que ele se vire”, “problema seu”. O maior valor parece ser olhar para o próprio umbigo o dia inteiro e preocupar-se em como viver melhor sem precisar dos outros.
Neste contexto de egoísmo, o amor se desfigura, muda de rosto, vira uma caricatura, ficando relacionado apenas com a paixão, a facilidade, a ausência de dificuldades, a troca etc. Conclusão: eu te amo somente se você tornar minha vida mais fácil e prazerosa.
Como isso está longe do amor! Na lógica do verdadeiro amor, tudo é convidado a ser dom, precisa ser entrega. O amor só produz maisamor. Imagine se Deus só nos amasse quando fazemos coisas boas! Estaríamos ardendo no inferno, não é mesmo? Mas, como cristãos, somos convidados a descobrir que fomos mais amados do que jamais imaginamos.
Caminhemos na certeza deste Amor que me ama porque me ama, porque aos seus olhos sou único. Esse Amor não precisa de mim mais do que sou e tenho; Ele me ama mesmo na minha fraqueza e pobreza, e me convida a amar os outros da mesma maneira: doando o melhor de mim sem exigir nada, nem sequer a correspondência.
“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos,
se não tiver caridade, sou como o bronze que soa,
ou como o címbalo que retine.
Mesmo que eu tivesse o dom da profecia,
e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência;
mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas,
se não tiver caridade, não sou nada.
Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres,
e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado,
se não tiver caridade, de nada valeria!
A caridade é paciente, a caridade é bondosa.
Não tem inveja.
A caridade não é orgulhosa.
Não é arrogante. Nem escandalosa.
Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor.
Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade.
Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
A caridade jamais acabará.
As profecias desaparecerão, o dom das línguas cessará,
o dom da ciência findará.
A nossa ciência é parcial, a nossa profecia é imperfeita.
Quando chegar o que é perfeito, o imperfeito desaparecerá.
Quando eu era criança, falava como criança,
pensava como criança, raciocinava como criança.
Desde que me tornei homem, eliminei as coisas de criança.
Hoje vemos como por um espelho, confusamente;
mas então veremos face a face.
Hoje conheço em parte; mas então conhecerei totalmente,
como eu sou conhecido.
Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade – as três.
Porém, a maior delas é a caridade.”
(1 Coríntios 3, 1-13)
(Artigo publicado originalmente por Oleada Joven)

Fonte:  Oleada Joven

07 de Outubro, O DIA DE SANTA JUSTINA DE PÁDUA

Hoje, 07 de outubro, comemoramos Santa Justina de Pádua, Mártir. Santa Justina de Pádua (? -304) provavelmente nasceu perto de Pádua, Itália, onde foi martirizado durante as perseguições de Diocleciano. Os dados têm sobre Santa Justina de Pádua vem principalmente da tradição. Algumas lendas medievais descrevê-lo mesmo como um discípulo de São Pedro Apóstolo. acordo com esta referência, Santa Justina teria sido batizado por São Prosdósimo, que foi o primeiro bispo de Pádua. Santa Justina era uma jovem de uma família do Império Romano. Desde que ela se tornou um cristão, decidindo dedicar sua vida a Jesus. Centro perseguição cristãos liderados por Maximino Herculano, César associada com Diocleciano, Santa Justina foi detido e preso em Pádua. Quando apresentado no tribunal, ela se recusou a renunciar à sua fé, de modo que o juiz condenou-a à morte, que foi decapitado. Diz-se que seu corpo foi perfurado várias vezes por um soldado com sua espada. O corpo da mártir foi enterrado nos arredores da cidade, perto de um templo, onde o início do século VI uma basílica foi construída em sua honra. Quando em 1117 um terremoto destruiu a basílica no local foi encontrado o túmulo do santo, e isso resultou em formou-se em Pádua Congregação Beneditina de Santa Justina, que ajudou a espalhar o seu culto na Itália e na Europa. seguida caiu no esquecimento alguns séculos, a partir de 1919, o culto de São Justina, em Pádua tomou novo impulso com a abertura de um mosteiro dedicado a ela. Santa Justina de Pádua oferece uma amostra da veneração dos santos na Idade Media.

Fonte: Saints virtuais

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

NNOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

Na última aparição, em outubro de 1917, a Virgem Maria disse por fim o seu
nome: "Sou a Senhora do Rosário"; e voltou a lembrar a recomendação
já feita antes: "Continuem a rezar o terço todos os dias".

 

Foi durante aquela aparição que Nossa Senhora disse às três crianças: " ... Continuem a recitar o Rosário todos os dias em honra de Nossa Senhora do Rosário, para obter a paz no mundo e o fim da guerra..."

As mensagens transmitidas por Nossa Senhora em Fátima
são de proveito para todos nós, rezemos o Santo Rosário;
ofereçamos nossas orações  àqueles que mais necessitam,
e estaremos alegrando de forma indizível  o Sagrado
Coração de Jesus.

Fátima e o Rosário, as crianças de Fátima e Nossa Senhora são palavras profunda e inseparavelmente unidas entre si... Hoje, talvez mais do que nunca, Maria derrama graças sobre aqueles que rezam o terço ... Conheça mais sobre a devoção e as graças que recebem aqueles que praticam a reza do terço, bem como a história da última aparição de Nossa Senhora em Fátima.

Por especial desígnio da infinita misericórdia de Deus, Maria Santíssima revelou ao grande São Domingos de Gusmão, fundador da Ordem dos Dominicanos, um meio fácil e seguro de salvação: o santo Rosário.

Sempre que os homens o utilizam, tudo floresce na Igreja, na terra passa a reinar a paz, as famílias vivem em concórdia e os corações são abrasados de amor a Deus e ao próximo. Quando dele se esquecem, as desgraças se multiplicam, implanta-se a discórdia nos lares, o caos se estabelece no mundo...

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

Na última aparição, em outubro de 1917, a Virgem Maria disse por fim o seu
nome: "Sou a Senhora do Rosário"; e voltou a lembrar a recomendação
já feita antes: "Continuem a rezar o terço todos os dias".

 

Foi durante aquela aparição que Nossa Senhora disse às três crianças: " ... Continuem a recitar o Rosário todos os dias em honra de Nossa Senhora do Rosário, para obter a paz no mundo e o fim da guerra..."

As mensagens transmitidas por Nossa Senhora em Fátima
são de proveito para todos nós, rezemos o Santo Rosário;
ofereçamos nossas orações  àqueles que mais necessitam,
e estaremos alegrando de forma indizível  o Sagrado
Coração de Jesus.

Fátima e o Rosário, as crianças de Fátima e Nossa Senhora são palavras profunda e inseparavelmente unidas entre si... Hoje, talvez mais do que nunca, Maria derrama graças sobre aqueles que rezam o terço ... Conheça mais sobre a devoção e as graças que recebem aqueles que praticam a reza do terço, bem como a história da última aparição de Nossa Senhora em Fátima.

Por especial desígnio da infinita misericórdia de Deus, Maria Santíssima revelou ao grande São Domingos de Gusmão, fundador da Ordem dos Dominicanos, um meio fácil e seguro de salvação: o santo Rosário.

Sempre que os homens o utilizam, tudo floresce na Igreja, na terra passa a reinar a paz, as famílias vivem em concórdia e os corações são abrasados de amor a Deus e ao próximo. Quando dele se esquecem, as desgraças se multiplicam, implanta-se a discórdia nos lares, o caos se estabelece no mundo...

O DEMÔNIO ODEIA A IGREJA

Se o mundo odeia a Igreja, é porque primeiro odiou a sua cabeça. Quem diz não à Igreja, diz não ao próprio Jesus Cristo.

O Papa Pio XII ensina que o inimigo, “que se tornou cada vez mais concreto”, vociferou três gritos contra Deus. Ao destacar isso, ele lembra que, embora seja uma invenção angélica, o pecado também encontra seus servidores em meio aos homens. Muitos deles, com as suas ideias e atitudes, realmente se revestem de Satanás, semeando o erro e introduzindo a confusão entre as próprias ovelhas do redil de Cristo.

O primeiro grito de que fala o Papa – “Cristo sim, a Igreja não!” [1] – é uma rebeldia conhecida. Embora sua grande manifestação tenha acontecido no século XVI, com Martinho Lutero e os chamados “reformadores” protestantes, essa forma de pensar parece estar na moda hoje em dia. É frequente ler ou ouvir pessoas defendendo que se pregue “mais Jesus, menos religião”, como se Nosso Senhor não tivesse verdadeiramente fundado uma só Igreja: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja” [2] e não se tivesse vinculado a ela como a cabeça se vincula ao corpo humano: “Cristo, salvador do Corpo, é a cabeça da Igreja” [3].

HISTÓRIA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

Nossa Senhora do Rosário

Nossa Senhora do Rosário possui um devoção muito antiga. Teve origem com os Monges irlandeses no século VIII, que recitavam os 150 Salmos. Como os leigos não sabiam ler, os monges ensinaram a rezar 150 Pai Nossos, que mais tarde foram substituídos por 150 Ave Marias. Assim, a devoção, começou a se espalhar pelo mundo.

Em muitas aparições de Maria Santíssima, Ela pede, ensina e reza junto, a oração do Rosário, como em Lourdes, em Fátima e tantas outras.

 

Rosário de Nossa Senhora

A palavra Rosário quer dizer um tanto de rosas, um buquê de rosas que se oferece a Nossa Senhora. Cada Ave Maria é uma rosa que oferecemos à Mãe, com carinho e esperança. Assim, quando rezamos o Santo Rosário completo, oferecemos um buquê de duzentas rosas a Nossa Senhora.

 

A devoção de Nossa Senhora do Rosário

São Domingos de Gusmão, fundador da Ordem dos Dominicanos, foi o grande propagador do Rosário no início do século Xlll. A Igreja lhe conferiu o título deApóstolo do Santo Rosário. Naquela época havia muitos hereges que desviavam os fieis da Igreja Católica. São Domingos, com a prática da oração do Rosário, a pedido de Nossa Senhora, começou a combater as heresias dos albingenses, que crescia vertiginosamente na França.

O Papa mandou vários missionários para combater os hereges, mas nada conseguiram. Somente São Domingos, com a criação de sua ordem e com a insistente oração do Rosário, é que conseguiu acabar com esses hereges. São Domingos dizia que em todas as orações do Rosário pedia a intercessão de Maria Santíssima para converter os hereges e com o passar dos anos conseguiu.

 

Papa João Paulo II, o Papa de Nossa Senhora do Rosário

João Paulo II dedicou todo o seu Pontificado a Maria Santíssima. Ele declarou logo no primeiro dia de seu pontificado: Totus tuus Mariae (Tudo é de Maria). A devoção a Nossa Senhora do Rosário foi amplamente difundida e divulgada. Ele acrescentou mais um conjunto de Mistérios ao Rosário - os Mistérios Luminosos - em uma Encíclica que escreveu sobre o Santo Rosário.

 

A Oração que veio do Céu

O que dá verdade e embasamento ao Santo Rosário, é que nos foi ensinado pelo próprio Jesus, por Maria Santíssima e pelo anjo do Senhor. O Pai Nosso foi ensinado por Jesus quando disse aos apóstolos: quando forem rezar, dizei: Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a sua vontade, assim na terra como do Céu. O pão nosso de cada dia nos daí hoje,  perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, não nos deixeis cair em tentação, e livrai-nos de todo o mal. Amém.

A oração da Ave Maria, foi nos ensinada pelo Anjo Gabriel, que apareceu a Maria dizendo:  Ave Maria Cheia de graça, o Senhor é convosco. Santa Isabel, cheia do Espírito Santo, como nos diz Lucas, disse a Maria: bendita sóis vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre, Jesus.  E a Igreja completou escrevendo: Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte amém.

 

Contemplação dos Mistérios do Rosário

Atualmente o Santo Rosário é dividido em quatro conjuntos de mistérios, onde contemplamos os momentos da vida de Jesus e de Maria. Os quatro conjuntos de Mistérios são:

Mistérios Gozosos nos quais se contemplam a anunciação do Anjo a Maria; a visita de Maria a sua prima Isabel; o nascimento de Jesus em Belém; a apresentação de Jesus no templo; e Jesus perdido e achado no templo entre os doutores da lei.

Mistérios Dolorosos nos quais se contemplam a agonia de Jesus no Horto das Oliveiras; a flagelação de Jesus; a Coroação de Espinhos; Jesus carrega a Cruz até o Calvário; a Crucificação e morte de Jesus.

Mistérios Gloriosos nos quais se contemplam a Ressurreição de Jesus; a sua Ascensão ao Céu; a vinda do Espírito Santo Sobre os Apóstolos e Maria; a Assunção de Maria ao Céu; a coroação de Maria.

Mistérios Luminosos foram escritos pelo próprio Papa João Paulo II, em sua carta apostólica, Rosarium Virginis Mariae, no ano de 2002. Nestes mistérios contemplam-se toda a Vida pública de Jesus: o Batismo no Rio Jordão; o Milagre nas bodas de Caná; a proclamação do Reino do Céu e o convite a Conversão; a Transfiguração de Jesus no Tabor; a Instituição da Eucaristia.

 

Milagres de Nossa Senhora do Rosário

A devoção a Nossa Senhora do Rosário atravessa os séculos, trazendo a Igreja para o lado de Maria Santíssima, que a leva para a Salvação de Jesus. O Rosário de Maria une a terra aos Céus. Maria Santíssima, em suas aparições, sempre insiste para que as pessoas rezem o Rosário, que é um dos caminhos para se chegar a Jesus e a Salvação eterna. O Santo Rosário é também uma poderosa arma de intercessão, um meio certo de se obter graças através da Virgem Maria.

Fonte: Terra Santa

sábado, 4 de outubro de 2014

ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS




Quem abre e fecha as portas deste mundo?

Cantiga 246 do rei de Castela Afonso X, o Sábio (Cantigas de Santa Maria)

“Aquela que abriu as portas do céu para nos salvar tem poder para abrir e fechar as portas deste mundo”.

 

Eu vos contarei um milagre sobre isso. Pelo que li e acreditei – aconteceu no Alcácer, onde uma muito boa cristã vivia e confiava na Virgem mais do que tudo.

Por amor a Nossa Senhora, sempre ia aos sábados a uma igreja para rezar e levar uma oferenda.

Em meio a muitas ocupações, um dia ela se esqueceu de que era sábado e ao se dar conta do ocorrido, já era demasiado tarde.

Arrependida, ela foi à igreja com o intuito de entrar, mas como o povoado ficasse longe da igreja, encontrou suas portas já fechadas ao chegar, e se pôs a rezar e a chorar do lado de fora.

Terminada a sua oração, viu as portas abertas, e, maravilhada, pois ninguém as abrira, dirigiu-se ao altar e depositou ali a sua oferenda.

Ao deixar os umbrais da igreja, percebeu as portas se fecharem por si mesmas e, pasmada, tomou às presas o caminho de volta ao povoado.

Eis que ao chegar junto às suas muralhas pôde perceber que já se encontravam fechadas, pelo que – eu vos garanto por São Dionísio – se afligiu muito, mas recorreu como de costume a Nossa Senhora e as mesmas lhe foram abertas.

Nesse momento, uma formosa e nobre senhora tomando-a pela mão com grande contentamento a fez entrar na cidade conduzindo-a até a sua casa.

Antes de entrar em sua casa, perguntou à senhora:

– “Quem és tu, Senhora, que tanto bem fizeste a uma pobre mulher como eu?”

Ao que ela, com muita graça, respondeu:

– “Eu sou Aquela que socorre em seus males àqueles que precisam de Mim, Aquela que Deus escolheu para se encarnar”.

Quando a boa mulher ouviu isso, prosternou-se aos pés da Senhora para beijá-los, mas Ela desapareceu, deixando-a muito desconsolada.

Entrou então em sua casa e, no dia seguinte, saiu para contar o acontecido a todo mundo.

Fonte: vashonorabile.blogspot.com.br

Fonte; http://www.aascj.org.br/home/2014/09/01/quem-abre-e-fecha-as-portas-deste-mundo/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+boletim-ultima-semana+%28Boletim+Sagrado+Cora%C3%A7%C3%A3o%29

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ A Vidente Mirjana em 02 de Outubro de 2014

“Queridos filhos, com amor materno os peço, amem-se uns aos outros! Que nos seus corações sejam como o MEU FILHO quis desde o início: em primeiro lugar o amor ao PAI CELESTE e ao seu próximo, acima de tudo aquilo que é desta terra. Queridos filhos MEUS, vocês não reconhecem os sinais dos tempos ? Não reconhecem que tudo aquilo que está em volta de vocês, tudo aquilo que está acontecendo, acontece porque não existe amor ? Compreendam que a salvação está nos verdadeiros valores, acolham a potência do PAI CELESTE, O amem e O respeitem. Caminhem pelas pegadas do MEU FILHO. Vocês, MEUS FILHOS, MEUS QUERIDOS APÓSTOLOS, vocês reúnem-se sempre e novamente em torno de MIM porque vocês estão sedentos, vocês estão sedentos de paz, de amor e de felicidade. Saciem-se pelas MINHAS MÃOS!
As MINHAS MÃOS oferece-lhes o MEU FILHO, que é a FONTE DE ÁGUA PURA. Ele reanimará a fé de vocês e purificará os seus corações, porque o MEU FILHO ama com coração puro e os corações puros amam o MEU FILHO. Somente os corações puros são humildes e tem uma fé firme. Eu os peço corações generosos, MEUS FILHOS! O MEU FILHO me disse que EU sou a MÃE do mundo inteiro: peço a vocês, que ME acolham como tal, que com a vida de vocês, oração e sacrifício ME ajudem a fim de que todos os MEUS FILHOS ME acolham como MÃE, para que EU os possa conduzir até a FONTE DE ÁGUA PURA. Agradeço-lhes!
QUERIDOS FILHOS MEUS, enquanto os seus sacerdotes com as suas mãos abençoadas oferecem a vocês o CORPO do MEU FILHO, agradeçam sempre nos seus corações ao MEU FILHO pelo SEU sacrifício e pelos sacerdotes que sempre O dá a vocês sempre novamente”.

Fonte: Ave Luz

FALTA DE FÉ NOS MILAGRES DE LOURDES ATRAI CASTIGOS ANUNCIADOS EM FÁTIMA

 

Pranto miraculoso de Nossa Senhora de Fátima  em New Orleans em 1972

Pranto miraculoso de Nossa Senhora de Fátima
em New Orleans em 1972


Por que esse mundo que duvida não vai à Lourdes ver? Por quê? Era obrigação de ir ver.
Não, eles não vão, porque eles têm medo de ver a verdade!
Um grande escritor francês que não tinha fé foi contratado para ir a Lourdes escrever um livro contra Lourdes.
Quando chegou a estação, assuntou um pouco o lugar e saiu fugido de Lourdes, porque ele teve uma tal convicção de que aquilo era milagroso que ele não quis escrever o livro para o qual estava contratado.
Mas os maiores milagres não convertem essa gente.
Consequência: se os milagres não convertem, o castigo é que tem que converter.
O raciocínio é extremamente lógico: é preciso que se convertam, porque Nosso Senhor prometeu que a Igreja não seria destruída, e se isso for para frente, vai ser destruída.
Se é preciso que se convertam, tem que ser ou por uma graça extraordinária, ou uma prova extraordinária, ou por meio de um castigo.
A prova lá está e eles não se convertem. Então por meio do castigo tem que ser.
A Igreja demonstra a sua divindade por uma porção de raciocínios, de estudos e de análises que fazem parte do estudo chamado apologética.

Crianças rezando diante da Gruta de Lourdes

Crianças rezando diante da Gruta de Lourdes

Mas além da apologética, qualquer pessoa que tenha boa fé e que entre em contato com a Igreja Católica acaba percebendo que ela é a verdadeira.
Não tem por onde escapar, ainda mais a Igreja Católica como ela se apresentava naquele tempo sem os horrores de hoje em dia.
Por que não se convertem, então?
É porque são ruins, não amam o bem, amam o mal.
Portanto são ruins, protegem o mal, favorecem o mal, combatem o bem, querem esquecer do bem, são ruins.
Se não há nada que os mova, um castigo tem que mover.
Isso explica por que Nossa Senhora em La Salette e em Fátima falou dos castigos que tem que vir se os homens não fazem penitência e se convertem.

(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, excertos de conferência de 12.5.90. Não revisto pelo autor)

Fonte: Lourdes e sua apariçoes

SANTOS ANJOS

Santos Anjos da Guarda

Os anjos influenciam a nossa vida muito mais do que se pensa, e são nossos intercessores junto a Deus. Conhecendo-os melhor, mais frequentemente  invocaremos seu poderoso auxílio.

Ao falar sobre os anjos, com muita facilidade vem-nos à mente a clássica representação de um misterioso jovem de bela aparência, traSto Anjo da Guarda_.jpgjando uma longa e alva túnica. Não podemos considerá-la uma imagem errada, visto que nas próprias Escrituras eles são assim figurados, como por exemplo, no episódio de Tobias.

Já em nossa época, as aparições de Fátima foram precedidas de algumas intervenções angélicas. O Anjo da Paz apareceu três vezes aos pastorinhos e foi assim descrito mais tarde pela Irmã Lúcia, uma das videntes: "Começamos a ver (...) uma luz mais branca que a neve, com a forma de um jovem transparente, mais brilhante que um cristal atravessado pelos raios do sol. À medida que se aproximava, íamos-lhe distinguindo as feições: um jovem dos seus 14 a 15 anos, de uma grande beleza. Estávamos surpreendidos e meio absortos." A descrição da Irmã Lúcia pouco revela a respeito dos seres angélicos, apenas aumenta o mistério que os cerca.

Mesmo na Sagrada Escritura, não há elementos precisos sobre sua natureza e atributos; o que se conhece é deduzido de sua atuação, nas missões a eles confiadas por Deus junto aos homens.

02 de Outubro: SANTOS ANJOS DA GUARDA

image

 

No momento do parto de uma alma, por determinação Divina, o Anjo da Guarda assume o seu posto de guardião e jamais se afasta, até o retorno da Alma à eternidade. Isto significa dizer, sempre que nasce uma criatura na Terra, o CRIADOR providencia o nascimento de seu Anjo da Guarda no Céu. Então, cada Anjo Custódio é específico, isto é, cada Anjo da Guarda é enviado especialmente para uma pessoa que nasce.
O Anjo da Guarda tem uma missão insubstituível ao longo da existência! Embora sempre silencioso e oculto, inspira a prática das boas intenções e das boas obras; ilumina o espírito na busca da verdade; sugestiona a mente afastar-se da doutrina errônea; insinua sugestões a problemas de difícil solução; conduz as pessoas a cultivarem santos ideais, com o objetivo maior de dilatar cada vez mais o reino de DEUS; estimula a pratica da fidelidade, da justiça e do amor fraterno, zelando e orientando as pessoas pelo caminho da salvação eterna.
Anjos (4)A Igreja comemora, no dia 02 de Outubro, a festa dos Santos Anjos da Guarda. São eles espíritos celestes a quem Deus confiou a guarda e proteção dos homens. A cada ser humano, desde a hora de seu nascimento, foi confiado um Anjo da Guarda, que o acompanhará até o dia de sua morte, protegendo e assistindo não só contra os perigos temporais, mas especialmente contra os perigos espirituais. Embora o homem moderno procure desmistificar sua existência ou a sua permanência ao lado do homem como fiel companheiro, há provas evidentes e indiscutíveis nas Sagradas Escrituras sobre o seu ofício divino.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

CADA DIOCESE DEVERIA TER UM EXORCISTA

pe-gabriele-amorth

O célebre exorcista propõe a retomada dos estudos de angelologia e de demonologia nos seminários e a extensão do ministério do exorcizado a todos os sacerdotes

Por Stefano Stimamiglio

Pe. Amorth, falando sobre a figura do exorcista, é verdade que cada diocese tem um?

Este é um grande problema. Existem dioceses que não têm. Um bispo me disse que não nomeava um na diocese dele porque tinha medo do diabo. Tem outros que nem sequer acreditam. E tem vezes que os bispos que gostariam de nomear um exorcista não encontram sacerdotes disponíveis para esse ministério, ou, quando encontram, eles não desempenham o ministério com toda a seriedade devida; eles aconselham um psiquiatra ou dão no máximo uma bênção. O resultado? Poucos exorcistas, todos sobrecarregados.

A JOVEM CARMELITA QUE ATINGIU O MAIS ALTO PICARO DA SANTIDADE

No dia 1º de outubro a Igreja celebra a festa de Santa Teresinha. Neste ano temos duas razões a mais para a celebração: o transcurso do 140º aniversário de seu nascimento e 90º de sua beatificação.
Paulo Roberto Campos
Quem nunca ouviu falar de Santa Teresinha do Menino Jesus?(1)
Buissonnets: a casa da família da Santa
A jovem carmelita francesa é uma das santas mais conhecidas e veneradas no mundo inteiro.
Sua canonização em 1925 produziu em todo o orbe católico uma explosão de alegria.
Apenas à cidade de Lisieux — onde se encontra a residência de sua família e o convento carmelita no qual viveu e entregou sua belíssima alma a Deus — acorrem aproximadamente dois milhões de devotos todos os anos.  

01 de Outubro–SANTA TERESINHA DO MENINO JESUS

Santa Teresinha

O que tanto atrai em Santa Teresinha, cuja devoção se tornou universal em pouco tempo?  Falecida aos 24 anos, ela continua a nos sorrir e a nos
convidar  a seguir uma nova via de santificação, a "pequena via",

Na tarde de 30 de setembro de 1897, uma cena inesquecível desdobrava-se na enfermaria do Carmelo de Lisieux. Cercada de toda a comunidade ajoelhada em torno de seu leito de dores, Santa Teresinha do Menino Jesus, fitando os olhos no crucifixo, pronunciava suas últimas palavras nesta terra de exílio:

- Oh! eu O amo... Meu Deus... eu... Vos amo!

Subitamente, seus amortecidos olhos de agonizante recuperam vida e fixam-se num ponto abaixo da imagem de Nossa Senhora. Seu rosto retoma a aparência juvenil de quando ela gozava de plena saúde. Parecendo estar em êxtase, ela fecha os olhos e expira. Um misterioso sorriso aflora-lhe aos lábios e aumenta a formosura de sua fisionomia.

DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém