Páginas

MENU

Menu Deslizante

PAI NOSSO

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME, VEM A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE, PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO, NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.

sábado, 30 de novembro de 2013

A PROMESSA SURPREENDENTE DE DEUS

 


Não te deixarei, nem te desampararei. - Hebreus 13:5
O escritor de Hebreus cita Deus dizendo ao Seu povo: "Nunca te deixarei, nem te desampararei" (Hebreus 13:5). Que te parece isto? Será apenas uma santidade aprazível que provoca um bocejo?
Isto não é o mesmo que dizermos que tomamos café com o Presidente ou com um juiz do Supremo Tribunal. Conhecer tais pessoas significaria algo. Mas reivindicar que Deus está conosco a todo o momento de cada dia, tão chegado como a nossa pele, em cada etapa da vida, etapas manchadas por lágrimas ou recheadas de sorrisos - alguns diriam que roça a insanidade.
Contudo, ao longo da história homens e mulheres ancoraram as suas vidas nesta verdade. Abraão, Moisés, Raabe, Josué, Davi, Ester, apenas para nomear alguns. A promessa aplicava-se a eles, mas como podemos saber que é verdade para nós?
É verdade para nós por causa de Jesus. Pela Sua vinda, Ele diz: "Eu quero estar contigo; Eu me entreguei por ti; Eu morri por ti. Pensas realmente que Eu te abandonaria?" De que forma respondes tu a esta promessa surpreendente? Afirma que é bom demais para ser verdade. Declara que ela parece incrível. Mas não a ignores. Nas tuas mágoas, nos teus medos, nas tuas lutas, nas tuas provações, não há nenhuma promessa mais maravilhosa que esta :"Não te deixarei, nem te desampararei."
Independente de onde você for, Deus vai contigo!
"Fujam do amor ao dinheiro; contentem-se com o que têm, porque Deus disse: Não te deixarei, nem te abandonarei. É por isso que podemos afirmar com toda a segurança: O Senhor é aquele que me ajuda. Não terei medo do que o homem me possa fazer." Hebreus



50° Aparição - JESUS DÁ A SUA GRAÇA A TODOS AQUELES QUE DÃO A CONHECER A SUA MENSAGEM

Aparições de Dozulé



Sexta-feira - 6 Agosto de 1982


Madalena Aumont:

O Padre L’Horset e eu, decidimos fazer uma novena com alguns amigos.


Nove dias depois, no dia 6 de Agosto de 1982,
dia da Transfiguração de Cristo,na Igreja paroquial.

Apercebi-me da Luz. 
Fiz o sinal da Cruz como Jesus mo tinha pedido.
Depois, vi Miguel o Arcanjo 
um pouco à esquerda do Tabernáculo.
E disse-me :
"Bem haja,  Deus, pela Sua grande Bondade, envia-me para testemunhar a Verdade... Ao nono dia das promessas feitas à humanidade, 
Satanás seduziu-vos até à minha vinda, no primeiro dia do sétimo mês (3.1.76 a 1.7.77).O fracasso que vós ouvistes era eu, Miguel que descia do Céu de junto de Deus para afastar o espírito mau que vos perseguia.
Foi por causa disso que vós não vistes a Luz presente.
O meu imitador ele, saiu da terra, mas por causa da desobediência dos padres, Jesus dá a Sua Graça a todos aqueles que dão a conhecer a Sua Mensagem,  porque o mundo não deverá ficar mais tempo na ignorância daquilo que deverá chegar amanhã pela aurora. Mas rezai e fazei penitência, está próximo o momento em que o imitador será pisado." 



E tudo desapareceu.


sexta-feira, 29 de novembro de 2013

APRENDENDO A RECEBER

As necessidades surgem de várias maneiras. Elas vêm naturalmente porque no consumir, no usufruir, no mudar e no gastar, precisamos sempre das mesmas coisas e de outras que se tornam necessárias conforme as circunstâncias. Quando as necessidades surgem, a vontade inerente é que Deus supra-nos, principalmente diante daquelas necessidades que estão além de nossa capacidade imediata de resolvê-las. Mas não é o que acontece sempre, ou pelo menos não como gostaríamos que acontecesse. O que fazer nessas circunstâncias "desfavoráveis"? Devemos tentar resolver as coisas de qualquer forma, ou será que a não solução imediata do nosso problema é uma evidência de que
Deus não está interessado em nos ajudar?
A experiência tem me ensinado que Deus supre todas as nossas necessidades, é promessa bíblica: "O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus" (Fp. 4.19). É bem verdade que nem tudo sai como queremos, e graças a Deus porque isso não acontece, pois assim seríamos os controladores do mundo, e precisamos lembrar que Deus continua no controle e sempre estará no trono eterno comandando tudo o que acontece no universo. Tem me ajudado muito diferenciar necessidade de vontade. Se bem que a Bíblia diz que Deus satisfaz também nossos desejos: "Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração" (Sl. 37.4). Promessa como a do Salmo 23.1 nos garante o cuidado perfeito de Deus: "O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta". A nossa melhor atitude é seguir a orientação da sabedoria bíblica:"Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. Não seja sábio aos seus próprios olhos; tema o Senhor e evite o mal" (Pv. 3.5-7).
Antonio Francisco

49° Aparição - EU VOS PEÇO DE SER O MEU APÓSTOLO EM CUMPRINDO A MISSÃO QUE EU VOS PEDI

Aparições de Dozulé



Sexta-feira - 6 Outubro de 197809:15 hs - Primeira Sexta do mês na Capela da Irmãs


Madalena Aumont:

Como quase todos os dias de escola, levo as minhas crianças à escola e vou à capela fazer uma visita a Cristo no tabernáculo.


Cheguei às 9 horas ; estava sozinha.

Às 9h15 exactamente (o quarto de hora tocava na igreja), a Luz apareceu-me.
Pensei em ir buscar a Irmã Bruno, mas não tive tempo : Jesus apareceu-me, com as mãos estendidas para mim como que para me acolher. Ele disse-me :

"Fazei o sinal da Cruz."

Ele sorri-me sempre. Em seguida, juntou as mãos e, com um ar triste, disse:

"Rezai e fazei penitência sem descanso."

O seu ar era grave . E disse-me, em segredo:

"Pela terceira vez, Madeleine, Eu vos peço de ser o Meu Apóstolo em cumprindo a missão que Eu vos pedi.

Não receieis, vós sereis odiada por causa de Mim.

Mas depois, filhos de luz se levantarão nesta cidade."

Depois de um silêncio :

Vós hoje, ainda Me vêdes, mas vós não Me voltareis mais a ver , e no entanto continuarei a visitá-la através do Meu Corpo e do Meu Sangue."

Após um breve silêncio :

"Mas quando esta Cruz fôr erguida na terra, então vós voltareis a ver-Me. Pois nesse momento, desvendarei às Igrejas os Mistérios que estão escritos no LIVRO DA VIDA que acaba de ser aberto.
Dizei ao bispo o que vós acabastes de ver e ouvir. "

Em seguida, Jesus sorriu e disse-me:

"Apesar das Minhas súplicas, não vos inquieteis, pois tendes uma sabedoria que mais ninguém aqui tem ; a sua calma e o seu silêncio são os sinais visíveis da Minha Palavra, neste mundo em que dominam a acção e o arrojo. Que o vosso rosto reflicta sempre a Presença Invisível.
Digo-vos, obedeceis ao vosso Superior. Só ele é que é encarregue nesta terra de fazer a Vontade do Meu Pai, mas infelicidade para o mundo em perigo pois ele demora."

Em seguida Jesus sorriu-me e desapareceu.(19)


Mas no dia 6 de Outubro de 1978, Jesus disse-me algo que me diz respeito e que revelo aqui por escrito.


Quando ele disse-me: "Rezai e fazei penitência sem cessar", o seu ar era grave, e continuou olhando para mim com um ar triste: "Não saia desta cidade mais do que um dia. Velai e rezai. Espereis cada dia a vinda do Filho do Homem. Peço-vos que faça isto por penitência, vossa recompensa será grande".

Prometi a Jesus cumprir o que Ele me pediu, de o fazer por penitência.
Jesus que conhece os nossos pensamentos, sabia que como eu nunca tinha viajado, o meu maior prazer era de sair, de viajar um pouco, de ir até Lourdes.
Mas como penitência, Jesus pediu-me para nunca sair desta cidade, mais do que um dia, tal como uma religiosa sacrificada na sua clausura. Assim, eu não devo sair mais do que um dia desta cidade, significa ficar a velar e a rezar, esperando dia após dia a vinda do Filho do Homem.

Claro que é um grande sacrifício, mas é deste modo que devo fazer penitência, para a realização do desejo de Deus, para a elevação da Cruz Gloriosa.
Que todos os que lerem estas linhas rezem por mim. Para que eu não deixe nada por fazer do que Deus me pede. Pois eu prometi a Cristo fazer penitência, como Ele mo pediu e desejo obedecer-Lhe por toda a minha vida, nunca distrair-me pelas viagens, quaisquer que sejam.

19.- Em Dozulé, numa manhã de 1978 caiu o grande calvário de pedra. Cristo ficou com os braços e as pernas partidas.


QUADRAGÉSIMA NONA MENSAGEM - Parte 2
Sonhos e conversão de Roland Aumont, em Janeiro de 1979.


O meu marido partiu em peregrinação a Lourdes, e estou muito contente por ele ter lá ido. Ele modificou-se após a sua súbita conversão. Disse a uma pessoa: "Madeleine não pode acompanhar-me por causa da sua mãe que tem 90 anos e também dos meus filhos que ainda são pequenos. Mas espero bem que um dia ela não só irá a Lourdes mas como também a Jerusalém".
Pois eu ainda não lhe tinha dito o que Jesus disse-me no dia 6 de Outubro de 1978, na sua última Mensagem.

Tenho de vos falar do meu marido o qual não era nada crente. Quando ele me via ir à Missa aos Domingos, dizia-me sempre: "Estás a perder o teu tempo."
Algumas pessoas que conhecem a Mensagem de Jesus, diziam-me: "Não a compreendo, mas eu no seu lugar, diria ao seu marido". Eu respondia-lhes sempre: "Não, nunca, não antes que a Igreja afirme a verdade da Mensagem."

Mas um dia tive um sonho, ao que dantes chamavam sonhos :
eu vi Jesus que me disse: "Chegou a altura de dizer ao seu marido."
Foi mesmo no princípio de 79. E depois desse dia, havia qualquer coisa que me incentivava a falar-lhe.

Pensei em dizer-lhe no dia 28 de Março, dia aniversário da minha primeira visão da Cruz.

Escrevi, então, ao Padre Gires, director das peregrinações de Lisieux. O Meu Senhor encarregou-o da Mensagem. Pedi-lhe para autorizar-me a contar no dia 28 de Março, e ele deu-me a autorização por escrito.

Tinha-me encarregue de lhe escrever, prevenindo-me para que o meu marido não estivesse presente quando eu recebesse a resposta. Portanto, durante toda a semana em que o meu marido estava de manhã, eu não recebi resposta alguma.

O Padre Gires só me respondeu na semana a seguir. Mas o meu marido estava presente. Foi no dia 2 de Fevereiro 1979.

Ele perguntou-me: "Quem é que te escreve de Lisieux ?"
Respondi-lhe: "É o Padre Gires."

"Porque é que ele te escreve ?"

Eu disse-lhe: "Ele responde à minha carta."

Quando ele leu a carta do Padre Gires, disse-me, bastante zangado: "Não quero saber de nada dessas coisas de igreja."

Eu disse-lhe: "vou contar-te tudo no dia 28 de Março. "
E ficou assim.
No Sábado e no Domingo não se falou de nada.

Mas na 2ª feira, coisa rara, encontrei-me sozinha com ele à mesa. A Irmã que costumava vir todas as 2ªs feiras tinha-me dito que não podia vir nessa 2ª feira.
A minha mãe , doente, tinha ficado na cama e os meus filhos tinham voltado para a escola. Enfim, encontrei-me só com ele na nossa pequena cozinha. Ele tinha acabado de chegar do trabalho, da fábrica de Dives.

Na 2ª feira dia 7 de Fevereiro 79, ele diz-me: "Não é preciso esperares pelo dia 28 de Março para dizeres-me o que tens para dizer-me. É agora que eu quero saber."

O meu coração batia fortemente. Tinha chegado o momento de lhe contar o segredo que eu tinha guardado durante quase 9 anos.
No fundo de mim, eu suplicava a Deus que me ajudasse, que me escutasse após tantos anos de rezas para que o meu marido se convertesse. Mas eu tinha medo porque 3 dias antes, ele tinha-me dito: "Não quero saber de nada dessas histórias de igreja. "

Em primeiro lugar, mostrei-lhe o rascunho da carta que escrevi ao Padre Gires, para que ele compreendesse um pouco do que se tratava. Pois eu tinha-lhe escrito que lhe diria no dia 28 de Março, dia em que eu vi a Cruz pela primeira vez.

Então quando ele leu a carta, ou mais precisamente o rascunho, ele disse-me: "Tu viste uma Cruz ?"

Eu respondi logo de seguida: "Sim." Contei-lhe a primeira vez que vi a Cruz e a primeira vez que vi Cristo. Ele escutou-me , e o seu rosto ficou pálido, parecia estar comovido com o que eu lhe contava. A seguir, disse-me (a sua voz tremia): "Tu, Cristo!! Se eu tivesse sabido antes, nunca te teria dito o que disse. Peço-te desculpa; inclino-me perante ti. Tens o meu respeito: caí do alto. Agora tudo é tão diferente. Dou-te a minha palavra de honra que vou modificar-me." Ele tinha lágrimas nos olhos.

Falámos da Mensagem, assim, durante todo o dia. Depois, ele quis ir à capela ver as Irmãs. Foi recebido pela Irmã Bruno, entrou na capela com ela e ajoelhou-se, disse-me ela. Rezou um Pai Nosso e uma Ave Maria. Acho que ele chorava.

Ele estava tão transtornado que não saiu durante 3 dias. Se vocês soubessem como eu estava feliz, ouvi-o pronunciar o nome de Jesus. Agora ele sabe que Jesus está presente, que está vivo e entre nós. 

A maior graça que Jesus me deu desde a Mensagem foi a conversão do meu marido. 

Eu nunca devia ter duvidado que um dia ele pudesse converter-se. Jesus disse: "Peçam e recebereis." Eu pedi-lhe tantas vezes que convertesse o meu marido. Ofereci-lhe cada penitência pela sua conversão. E depois eu devia ter pensado mais cedo que Jesus não podia desunir o que uniu pelo matrimónio.

Nós nunca depositamos suficientemente a nossa confiança em Jesus, que nos ama tanto e que quer escutar-nos e ajudar-nos.


Mas ainda tive receio de que, mais tarde, esta conversão fosse apenas passageira. Mas não. Ele foi algumas vezes à Missa, sem que eu lhe dissesse algo. Tenham a certeza que agradeço a Jesus por todas as graças que Ele me deu.


E depois, isto é uma grande ajuda para mim. Agora ele faz tudo para que eu possa ir à Missa.

Na 3ª feira passada, fomos levá-lo à estação dos comboios. Ele partiu para Lourdes, numa peregrinação dos antigos combatentes das guerra. Ele estava radioso e em paz. Peço à Nossa Senhora para que Ela o encha de graças e de alegria, não uma alegria material, que não é nada, mas uma alegria espiritual, que o acompanhará até ao último dia sobre esta terra*, para que esta paz e esta alegria sejam eternas na companhia de Jesus, que no encherá de seu bens.

M. Aumont, " Cahiers de Madeleine ".
Roland Aumont convertido no dia 5 de Fevereiro 1979, nasceu para o céu no dia 21 de Junho 1995.


 


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

APRENDENDO COM A DOR

 



Você nunca será a pessoa que poderá ser sem dores, pressões, tensões e disciplinas forem retiradas da sua vida. - James G.Bilkey

Dor é uma lição esperando ser compreendida e aprendida. Ao nos submetermos ao ensino dessa grande
lição, podemos transcender a própria dor. Se você tocar um ferro quente, sentirá uma dor terrível. Se você negligenciar o aprendizado desta experiência, a dor voltará todas as vezes que você tocar o ferro quente. Quando você aprende a lição de que a dor tem algo a ensinar, e ao evitar tocar o ferro quente, você certamente não terá que suportar aquela dor novamente. O que é que você pode aprender com as dores que esta vida lhe causa?
Em cada dor existe uma lição. Algumas vezes a lição é evitar cometer os mesmos ou novos erros. Em outras ocasiões é a lição de aprender a aceitar, valorizar e triunfar sobre os desafios que temos à nossa frente.
Você já aprendeu que, nesta vida, é impossível conseguir algo em troca de nada? Ou a sua dor ainda está tentando ensinar-lhe isso? Você já aprendeu a viver com foco e propósito? Ou continua a resistir às preciosas lições que uma dor pode ensinar-lhe? Liberte-se da dor ao aprender aquilo que ela está pronta a lhe ensinar.

48° Aparição - É SOBRE ESTA MONTANHA ABENÇOADA E SAGRADA, SÍTIO QUE ELE ESCOLHEU, QUE TUDO SE RENOVARÁ

Aparições de Dozulé



Sexta-feira - 7 Julho de 197814:00 hs na Capela


Madalena Aumont:

A Luz apareceu-me em vez do Santo-Sacramento, alargando-se um pouco mais do que o costume.


Fiz logo o Sinal da Cruz como Jesus mo tinha dito da última vez e eu disse :
"Se é Satanás, que desapareça."

Logo que fiz o sinal da Cruz e disse estas palavras; senti uma paz e uma confiança a apoderarem-se de mim.

Depois Jesus apareceu, sorriu-me e disse :

"Dizei-lhes o que estais a ver."

Então eu repeti em voz alta aquilo que via :
"Vejo Jesus sentado ; diante Dele está uma mesa como o altar, mas o altar da capela já não está mais lá; é uma mesa toda branca, como pedra branca.
Sobre essa mesa, estavam livros abertos, seis ou sete, não sei exatamente.


Depois um outro livro, também aberto, que Jesus tinha nas Suas Mãos. "
Disse-me a seguir :


"Quereis ter a bondade de dizer o seguinte em voz alta?"

Eu repeti cada frase :

"Atenção, vós todos que ocultais as Palavras proféticas que vos foram entregues, o livro que seguro nas Minhas Mãos é o LIVRO DA VIDA (16), foi Meu Pai que Mo deu assim como Me deu o poder abri-lo, e é sobre esta montanha abençoada e sagrada, sítio por Ele escolhido que tudo se renovará.

É aqui que vereis a Cidade Santa, a nova Jerusalém. " (17)

"E eis que aparecerá a morada de Deus entre vós. Então vão bater no peito aqueles que lutam e recusam ouvir as palavras que esta humilde serva pronunciou.

Vós a quem pedi para anunciar a Minha Mensagem, sois culpados por deixar o mundo na ignorância do que acontecerá em breve. Não vos firmeis nas vossas próprias opiniões. Porque é que vós lutais se já vos dei a Minha Graça dogmática ? Por piedade, Eu vos peço que Me escutem, o Meu Coração transborda de Misericórdia."

Jesus levantou-se. A Mesa desapareceu. Ele sorriu-me longamente, depois disse-me :

"Dizei ao padre e a todos aqueles que vós encontrareis aquilo que acabastes de ver e ouvir ; lembrar-vos-eis durante todo o dia."

Depois Jesus desapareceu repentinamente e eu voltei a ficar nas trevas.(18)

16.- Pelo Livro da Vida, cf. Êxodo 32, 33; Salmo 68, 29; Daniel 7, 10; 10, 21; 12, 1-14; Malaquías 3, 16; Sicário 34, 32; Filipinos 4, 3; Apocalipse 3, 5; 5, 1; 13, 8; 17, 8; 20, 12; 21, 27.
17.- Cf Apocalipse, ch. 21 e 22.
18.- Suzanne A., que era a única pessoa presente, chorou ao ouvir Madeleine dizer, fazendo o sinal da cruz: " Se é Satanás, que ele desapareça ". Ela pensou que ela estava na dúvida! Após a aparição, Madeleine explicou-lhe o que se tinha passado no dia 3 de Fevereiro de 1978. O Padre L'Horset tinha-a proibido de lhe dizer. E Madeleine desculpou-se às Irmãs: " Se o Senhor permitiu que ela esteja presente, é porque Ele quer que ela saiba".


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

A SUA HABILIDADE PARA A GLÓRIA DE DEUS

 


Quando a arca do Senhor foi trazida de volta à Jerusalém, Davi construiu um novo tabernáculo para abrigá-la. Ele deixou instruções claras de que ninguém poderia levar a arca de Deus senão os levitas,"...porque o Senhor os elegeu, para levar a arca de Deus..."; a eles competia esse serviço para sempre.
Todo o povo de Israel foi convocado para assistir o transporte da arca para o novo tabernáculo.
Aos sumo sacerdotes, levitas e chefes dos levitas, coube a organização da cerimônia e a preparação do coro dos cantores. Tudo para respeitar os preceitos divinos.
Cada um deles foi chamado para desempenhar tarefas que correspondiam às suas habilidades. Cada qual com seu jeito e sua especialidade.
Você também tem habilidades especiais e únicas. São presentes de Deus para você. Dão sentido à sua vida e fazem você ser quem é. Use-as para fazer o bem. Use-as para anunciar o evangelho da salvação! Você também foi incluído no time de Deus para ser um propagador de Sua palavra.
Muitas pessoas precisam ser beneficiadas pelas habilidades que Deus te deu. Passe adiante o seu conhecimento! Há muitas pessoas precisando aprender o que só você tem para ensinar à elas!
Empregue os seus talentos para a glória de Deus.
Jacqueline Collodo Gomes


terça-feira, 26 de novembro de 2013

47° Aparição - VÓS, MADALENA, QUE SOIS O ÚNICO SINAL VISÍVEL DA MINHA MENSAGEM, NÃO CAIREIS MAIS NO ERRO

Aparições de Dozulé



Sexta-feira - 3 Fevereiro de 197818:15 hs na Capela


Madalena Aumont:

Fui à capela de tarde, das 14 horas às 16 horas, adorar Jesus. Voltei novamente às 17h30 depois de ter dado o lanche às crianças que voltavam da escola.
Creio que me senti atraída pela capela a essa hora. Ouvi tocar o sino da igreja às 18h15.


Só havia uma pessoa idosa, a Senhora L.(Lericollais).

Estremeci de alegria, quando vi a Luz tomar o lugar do Santo-Sacramento, como das vezes precedentes, isto significa que não havia mais Santo-Sacramento, nem Altar.

Depois Jesus apareceu-me, com as mãos estendidas para mim como que para me acolher.

Senti-me tão feliz pois não tinha voltado a ver Jesus em pessoa desde o dia 2 de Janeiro de 1976 (fim da novena).

Jesus disse-me : 
"Fazei o sinal da Cruz."

Ele levantou os olhos para o céu, uniu as Suas mãos à altura do peito e disse :

"Em Nome do Meu Pai dos Céus, Eu venho pôr ordem.
Satanás seduz-vos. Após o nono dia das promessas que fiz à Humanidade, ele trouxe confusão para a Minha Mensagem. Mas escutai bem o seguinte:

Jesus olhou para mim :

"Quando o Deus-Pai enviou o bem aventurado Miguel, a Luz precede sempre a sua chegada, e lembrai-vos das Minhas Palavras : virão maus espíritos em Meu Nome que vos seduzirão e virão mesmo até vossas casas como anjos de luz *. Não acrediteis neles, eles induzir-vos-ão em erro. Sejais cautelosos ; estais prevenidos. Vós viveis no tempo em que Satanás está desligado de toda a sua força ; mas está muito próximo o tempo em que virei vencer o Mal."

Depois, Jesus baixou as mãos como que para me acolher e disse-me :

"Vós, Madeleine, que sois o único sinal visível da Minha Mensagem, não caireis mais no erro.

Daqui em diante, ordeno-vos, fazei o sinal da Cruz logo que vos aparecereis uma luz."

Jesus olhou para mim novamente, sorriu-me e disse :
"Se é Satanás, tudo logo desaparecerá."

Jesus sorriu-me longamente , depois disse-me :
"A Paz esteja convosco."

E são as trevas.

As Irmãs tinham ido à missa em Brucourt ; pensei que as portas estavam fechadas e regressei logo para casa para escrever, fechei-me na casa de banho; era a única porta que se podia fechar à chave.
Mal conseguia escrever, tanto eu chorava.

Que tristeza eu tinha no coração ; estava seduzida por Satanás e Jesus, na Sua grande Bondade, tinha vindo avisar-me.

Como é que não me tinha apercebido? Era verdade que não era por minha causa visto eu não estar consciente. Era certamente por isso que Jesus tinha vindo avisar-me, afim de que eu não voltasse mais a cair no erro da sedução de Satanás.

Jesus, o Dócil, O Sábio, tinha vindo salvar-me pela Sua grande Bondade, pela Sua grande Misericórdia.

Ele disse-me para fazer o sinal da Cruz por cada vez que uma luz me aparecesse.

Eu nunca deixarei de fazê-lo.

* " anjo de luz " cf 2 Cor 11,14



domingo, 24 de novembro de 2013

46° Aparição - QUEREIS TER A BONDADE DE ENTREGAR OS VOSSOS MANUSCRITOS AO PADRE DESIGNADO PELO HOMEM


 
Sexta-feira - 1 Dezembro de 1977
Capela
 
Madalena Aumont:
Depois da Luz, os raios saem da Hóstia e ouvi uma voz que me disse :
"Quereis ter a bondade de entregar os vossos manuscritos ao padre designado pelo homem . "
Fi-lo.


sábado, 23 de novembro de 2013

AMOR ÁGAPE


Um amor puro, fiel, único, verdadeiro, incomparável, eterno... Esse é o amor de Deus por nós.
Muitos de nós temos a hábito de falar "Te amo" em qualquer relacionamento no qual estamos envolvidos.
Porém, nem sempre esse amor é real. Existe o gostar e existe o amar; são duas formas diferentes de sentir algo por alguém.
Falar que "ama" é algo forte. Além disso, também existem diferentes formas de amor. Amor de mãe, amor de filho, amor de amigo e amor de namorados (o mais usado entre os jovens). Você conhece alguém há cerca de um ano e já diz que ama loucamente essa pessoa. É possível? Sim. É provável? Não.
Paixão não é amor. Amor é algo que supera qualquer expectativa. E como está escrito, "o amor tudo crê, tudo espera, tudo suporta". Já os apaixonados são muitas vezes egoístas. Parece estranho dizer que quem gosta do outro é egoísta, mas são. Buscam simplesmente seu bem-estar no outro.
Não existe maneira de amarmos alguém sem que essa pessoa exista. Então, precisamos receber dessa pessoa sua existência. Mas o amor"Ágape", esse amor do Pai por nós, é incondicional. Que magnífico é entender isso! Ele não precisou nem que existíssemos para nos amar. Nos amou primeiro. Nos imaginou. Nos idealizou. Nos comprou por um preço altíssimo. Esse é o verdadeiro amor.
Que o amor que o Senhor tem por nós inunde o coração de cada um de vocês e transborde para outras vidas de forma pura e sincera!
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3.16.)
Breno Amaral


sexta-feira, 22 de novembro de 2013

45° Aparição - MISSÃO DOS LEIGOS

Aparições de Dozulé



Sexta-feira - 1 de Julho de 1971 Capela


Madalena Aumont:

O Senhor Padre tinha partido para Caen (ou Bayeux) para ver o bispo. A Irmã Bruno também estava ausente. Eu estava sozinha com a Senhora T. nesse momento na capela.


Um ruído e o Arcanjo Miguel apresentou-se, à esquerda do Santo-Sacramento; ajoelhei-me diante dele, mas Ele fez-me sinal com sua mão esquerda, de que estava livre, e que avançasse até ao Santo-Sacramento.

Afastei-me então e, no momento em que me pus de joelhos diante Deste, Ele projetou raios vermelhos e brancos sem que eu O visse.
Jesus estava ali, senti-me impregnada pelos Seus raios.

O Arcanjo disse-me : "Bem haja." Saudou-me com a cabeça e disse-me :

"Filha piedosa ardente de caridade, Deus estabeleceu na Sua Igreja :
1° Apóstolos,
2° Profetas,
3° Doutores,
e todos os outros que Ele escolher.(13)

Mas vós, neste mundo de hoje, apóstolo e profeta, deveis agir com cada pessoa segundo o vosso coração ; o Consolador guia-vos.

Deus deu a conhecer aquilo que deveria acontecer na manhã pela aurora, dando testemunho de tudo aquilo que vós vistes, ouvistes e tocastes de Jesus-Cristo.

Mas infelicidade para o mundo por causa dos padres incrédulos que lutam e recusam.

Deus está colérico contra esta recusa de obediência e a Sua cólera é cruel.

Mas Jesus, o Dócil , o Sábio, o Seu Amor é tão grande para os homens que apesar de tudo Ele os quer salvar, porque esta geração é a mais hipócrita e a mais má mas, por causa dos padres inactivos e porque chegou o dia em que Deus deve julgar o mundo, Ele dá a Sua Graça a todos aqueles que O escutam e proclamam bem aventurado, aqueles que dão a conhecer a Sua Mensagem e a põem em prática.(14)

Mas vós, Madeleine, que fostes encarregue de transmitir ao padre, escutai-o e corresponde-te com ele.(15)

Ficai na Paz que Jesus vos deu, meditai no seu coração e rezai, rezai, pois Jesus chora ao ver a degradação da Sua Igreja. "

O Arcanjo desaparece, e em seguida os raios que rodeavam o Santo Sacramento.

13.- Cf primeira carta aos Coríntios, capítulo 12, v 28.
14.- Cf decreto sobre o apostolado dos laicos, capítulo 1 parágrafo 3.
15.- O Padre L'Horset, nomeado pelo seu bispo para exercer em Pont Farcy, deixou a paróquia de Dozulé. Madeleine ficou em contacto com ele, tal como Jesus lhe pediu.



quinta-feira, 21 de novembro de 2013

AS DEMORAS DE DEUS NÃO SÃO RECUSAS!

Deus responde à oração, mas nem sempre como queremos.
Ele raramente está com pressa, como é evidente na Sua criação: leva-lhe tempo para fazer um bebê, uma flor, uma árvore, um pôr-do-sol ou até mesmo uma graminha. Não podemos apressar Deus.É preciso esperar até que chegue o momento determinado por Deus.
Às vezes Deus demora para responder à oração e espera até termos aprendido a lição que Ele está querendo nos ensinar, ou talvez esteja esperando que as condições estejam prontas para o resultado que Ele quer obter.
Como por exemplo aquele homem na Bíblia, que era cego de nascença.
Ele teve que ser cego toda a sua vida, para que todo o mundo soubesse e para que quando Jesus passasse por lá um dia e o curasse maravilhosamente, Deus fosse glorificado. (Veja João 9)
Às vezes pode levar anos para você saber por que Deus não respondeu à oração como você pensava que Ele deveria responder, ou logo quando lhe pediu, mas o dia chegará e você saberá que Deus tinha razão! Espere no Senhor!
A maior escuridão é exatamente antes do amanhecer; o momento mais desesperador é exatamente antes da Salvação!
O maior desalento ataca exatamente antes de vir o auxílio. Então não duvide, nem por um momento, que Deus vai responder, e Ele responderá!
Confie n'Ele!
E agradeça-Lhe a resposta, mesmo que não a veja imediatamente! Amanhã você se sentirá feliz por ter confiado n'Ele!

terça-feira, 19 de novembro de 2013

44° Aparição - 9º DIA DA NOVENA: EU AQUECEREI OS CORAÇÕES OS MAIS ENDURECIDOS, AS ALMAS GELADAS, AQUELAS QUE FEREM MAIS PROFUNDAMENTE O MEU CORAÇÃO

Aparições de Dozulé

Sexta-feira - 2 de Janeiro de 197617:53 hs - Nono dia na Capela

Madalena Aumont:

É o nono e último dia da novena.


A Luz, depois Jesus apareceu como de costume, com raios vermelhos e brancos que saíam do Seu Coração.

Repeti em voz alta aquilo que Ele me disse:

"No Nono dia ,
Eu aquecerei os corações dos mais endurecidos, das almas geladas, aquelas que ferem mais profundamente o Meu Coração. "
"Pai Nosso... " , "Avé Maria... " (três vezes),




"Pela Tua Paixão dolorosa... ", "Glória a Deus... ", "Paz e Alegria...".
Depois Jesus disse-me :

"Dizei isto em voz alta ", e eu repito cada frase a seguir a Ele.

"Eu prometo às almas que se arrependerem junto da Cruz Gloriosa, e que vão dizer todos os dias a oração que Eu lhes ensinei, que nesta vida, Satanás não terá mais poder sobre eles e que, por todo este tempo de mácula, num instante, eles tornar-se-ão puros e serão filhos de Deus para a Eternidade.

Meu Pai, cuja Bondade é infinita, quer salvar a Humanidade que está à beira do abismo.

Por esta última Mensagem, tendes de vos preparar. 

Fazei o sinal da Cruz "(fi-lo).

Depois Jesus baixou as mãos e disse-me (sem precisar de mo repetir em voz alta):

"Sem dizer uma palavra, meditem no vosso coração as palavras que vocês ouviram.

Apesar do tempo que há-de passar, a vossa fé deverá permanecer inabalável."

Jesus sorriu-me e desapareceu.

Eis que estes maravilhosos nove dias acabaram.

As últimas Palavras que Jesus acabara de dizer-me, deixaram-me a pensar que nunca mais voltaria a vê-Lo. Os dias, as semanas e os meses passaram. Jesus não apareceu mais. A Sua Mensagem estava certamente terminada.
Mas apesar da Mensagem que Jesus me pediu para anunciar ao mundo e da qual a Igreja está encarregue de reconhecer, fico numa grande Paz a qual Jesus me deixou antes de partir.

Mas eu rezo por aqueles que estam encarregues de anunciar ao mundo a Mensagem tão grave de Jesus.

Eu rezo por aqueles que duvidam. Que Jesus os ilumine para que as Palavras proféticas de Jesus saídas da minha boca sejam ouvidas, e que aquilo que Ele pediu se realize.

... Ó Meu Deus, Venha a nós o Vosso Reino.

Mas fazei desde já, com que a Vossa Mensagem se espalhe pelo mundo inteiro, para que em cada lar da nossa pequena Terra, a oração que Vós me ensinastes seja dita com grande fé e confiança.

Senhor, espalhai sobre o mundo inteiro os tesouros da Tua infinita Misericórdia. Amém.

Jesus está sempre presente no meu coração, sobretudo depois de cada comunhão. Desde o dia 12 de abril 1970, Jesus manifesta-se sempre para mim na Hóstia consagrada.

Quando Ele me disse um dia : " Eu visitarei-vos até à elevação da Cruz Gloriosa ", e é talvez assim que Ele continuará a visitar-me, porque após cada comunhão, sinto a Sua Presença e esta Alegria maravilhosa que Ele me dá.

Após cada comunhão, peço a Jesus através de uma oração que eu mesma fiz com a ajuda do Esprito Santo :

Meu Senhor e Meu Deus,
Fazei conhecer a todos aqueles que O recebem, na Santa Comunhão, a Alegria espiritual que Vós me destes,

Que eles recebam tal como eu, em cada comunhão, as verdadeiras alegrias da Sua Presença,

Dai a todos aqueles que O recebem, este Amor maravilhoso, esta Alegria inexplicável que eu possuo desde há vários meses,

Fazei com que todos aqueles que comungam comigo sintam muito amor e entusiasmo pelo meu Senhor Jesus. Amém.


QUADRAGÉSIMA QUARTA MENSAGEM - Parte Dois –à capela, ao Gérard.
Na Sexta-feira dia 10 de Dezembro 1976, convidei o Gérard a vir até à capela.


Após 20 minutos de recolhimento, vi "o Arcanjo Miguel" sair da parede à esquerda do Tabernáculo. Ele disse-me:

"Bem haja, diga ao Gérard que é com ele que falo:

Gérard, você que acolheu a Mensagem com tanto amor, faça o que a sua consciência quiser após cada recolhimento.
Deixai-vos guiar por Deus.

Não serão chamados filhos de Deus todos aqueles que não quiserem escutar a Mensagem". (NDLR: Cf Mt 5, 9.).

Sentia-me bem na capela. Não me senti subir ao céu, como quando Jesus me aparece. (NDLR: Cf 17ª Aparição do dia 31 de Maio 1974).

QUADRAGÉSIMA QUARTA MENSAGEM - Parte Três

Na 1ª edição, o Gérard escreveu (cf. nota 4): "Devido à vinda de S. Miguel no dia 10.12.76 ( § 51), Mad. teve uma visão das 3 cruzes (21, 42 e 60 m de diâmetro) e da eliminação dos 2 extremos" (Aparição 44 ter.)
"Vê-se a possibilidade com uma ligeira junção na reunião, de constituir a Cruz de 7 quadros quadrados de 41 m de largura + 18 quadrados de altura total".


QUADRAGÉSIMA QUARTA MENSAGEM QUARTO
7 de Março 1977 às 9h20- 10 Allée Auguste Daudet- Dozulé.

Na presença do Gérard, Madeleine recebeu em sua casa
a seguinte mensagem:

"Manus Domini confortavit te"
"Madeleine, foi a mão de Deus que te fortificou."

Suzanne tinha acabado de sair: "Foi a única vez que fui às compras por ela."

QUADRAGÉSIMA QUARTA MENSAGEM - Parte Cinco
19 de Março 1977 às 18h- 4 Allée Auguste Daudet- Dozulé.


"Gerard apostolos hic emulans (Gérard, daqui dos apóstolos é o émulo !

Santo ducta flamine Conduzida pelo Espírito Santo

Pellis indulgens et iníqua linguae Tu sacodes indulgente e resolves

Vincla resolvis" os laços injustos da língua)

"Gérard, rival dos Apóstolos dócil ao soprar do Espírito quebrareis os laços da língua cativa"

"Em casa da Suzanne Avoyne, Mad., viu o latim em letras de luz, e não o francês, que ela escreveu sem dar por isso. Ela não olhava para o papel, sentia que alguém lhe segurava a mão.

As 4 linhas em latim apareceram juntas. Mad copiou-as todas sentindo sempre a sua mão guiada. Depois, a sua atenção foi chamada outra vez para as linhas sucessivas, sem dar conta de que ela as escrevia de novo... mas traduzidas em francês, com algumas palavras que faltavam. "Pellis indulgens" foi omitido, "iníqua" foi atenuado." Gérard Cordonnier.

Suzanne Avoyne, única testemunha nesse dia, precisa:
"Gérard não estava aqui. Estávamos só as duas. Ele tinha acabado de sair e Madeleine olhava para o céu através da janela, e não para o tecto. 

Após isto, ela exclama: "Está a acontecer-me a mesma coisa que a Sta.Teresa."
"Enfim, uma coisa é certa, a mensagem foi conhecida graças a ele (Gérard), senão nunca ninguém tinha tido conhecimento... Foi ele quem escreveu e foi ele quem me deu aproximadamente mil (cópias das mensagens) antes de nos deixar."
"Ele tinha dito o sítio (de Dozulé) a um amigo do Canadá. Este amigo apresentou-se na capela de S. José com o código "Mad e Suz" , Madeleine e Suzanne.


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

O CEGO DE JERICÓ

 
Texto base: Mc.10.46-52.
Introdução: Jesus tinha um ministério itinerante, percorrendo vários lugares, pregando, curando e libertando a muitos. Ele não ficava em casa esperando as pessoas.
Estudos Bíblicos // Viva a Vida com Jesus
1- Bartimeu, o cego, vivia à beira do caminho (v.46), à margem da estrada. Era marginalizado pela sociedade, como tantos deficientes hoje. Ele não estava andando pelo caminho, mas parado. Sua vida estava parada. Ele estava sem perspectivas, sem projetos. Ele dependia dos outros. Estava sempre esperando que alguém o ajudasse.
.
2- Bartimeu ouviu sobre Jesus. Ouviu o ruído da multidão se aproximando e alguém disse que Jesus estava chegando. Ele era cego, mas ouvia muito bem. Os cegos desenvolvem mais os outros sentidos ou os utilizam melhor que as demais pessoas. O pior cego é aquele que não ouve. Muitos “cegos espirituais” são também “surdos”, pois se recusam a ouvir sobre Jesus. Observe a importância de se falar sobre Jesus, para que todos ouçam. Como ouvirão se não há quem pregue? (Rm.10.14).
3- Bartimeu começou a clamar: Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim! (v.47). Ele era cego, mas não tinha nenhum problema para falar. Começou a gritar. É importante que clamemos a Jesus em oração. Não adianta clamar a outra pessoa, algum santo ou falsa divindade. Clame a Jesus.
4 – Bartimeu tinha fé. Jesus era considerado filho de José. Por quê Bartimeu o chamou de Filho de Davi? O cego demonstrou que cria que Jesus era o Messias, o descendente de Davi, prometido no Velho Testamento para ser o rei de Israel.
5- Bartimeu pediu compaixão, misericórdia. Como são nossas orações? Vamos determinar o que Deus vai fazer? Vamos anunciar nossas virtudes e nossas obras? Nada disso. Devemos pedir misericórdia ao Senhor.
6 – Muitos o repreendiam para que se calasse (v.48). Os que enxergam querem que o cego fique em silêncio. É uma atitude egoísta. Quando queremos Jesus, muitos se levantam contra nós. Isso pode acontecer no trabalho, na escola, na família, entre os amigos, etc. O cego não deu ouvidos às vozes opositoras. Continuou clamando. Ele era perseverante, insistente, determinado.
7- Jesus parou e mandou chamá-lo (v.49). O cego pediu compaixão e foi atendido. Jesus se compadeceu. Ele parou, interrompeu tudo, para atender ao cego. Havia uma multidão envolvendo Jesus, mas ele parou para atender a um homem. Jesus está atento a cada indivíduo. Ele está atento a você. Ele ouve a oração e atende.
8 – Depois das vozes negativas, agora o cego ouviu vozes que diziam: “Tem bom ânimo. Levanta-te. Ele te chama”. Que sejamos como esses mensageiros que levaram palavras animadoras para o cego.
9 – O cego deu um salto e andou até Jesus (v.50). Ele era cego, mas não tinha nenhum problema nas pernas. Atendeu ao chamado de Jesus imediatamente. Não havia tempo a perder.
10 – Jesus pergunta o que o cego quer e ele responde: “Mestre, que eu veja.” (v.51). Ele podia pedir a Jesus uma esmola, uma capa nova, um prato de comida, uma bengala, um cachorro, uma casa, etc, mas ele foi direto ao principal: a visão. Podemos pedir tantas coisas a Jesus hoje, mas não nos esqueçamos de pedir que ele abra nossos olhos espirituais (Sal.119.18). Aquele que ainda não se converteu, está vivendo em cegueira, vive nas trevas, tropeçando e caindo, sem saber a direção certa. Jesus é a luz para os olhos dos cegos (João 12.35,46).
11- Aquele homem foi curado (v.52). Jesus cura ainda hoje, mas o mais importante é que Bartimeu foi salvo, conforme Cristo declarou. Em seguida, o texto diz que ele foi seguindo pelo caminho. Sua vida mudou completamente. Ele não ficava mais à margem do caminho, mas podia caminhar, podia ter uma vida normal e feliz.
Conclusão: Aquele cego clamou a Jesus, porque não sabia se ia encontrá-lo novamente. Ele não podia perder aquela oportunidade. Hoje, não perca a oportunidade. Clame a Jesus. Seja curado, seja salvo.
Prof. Anísio Renato de Andrade













DESEJO À VOCÊ


Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém